Revelado o motivo do divórcio de Ben Affleck e Jennifer Garner

24/04/2017 20:49 - Modificado em 24/04/2017 20:49
| Comentários fechados em Revelado o motivo do divórcio de Ben Affleck e Jennifer Garner

Tal como o caso de Brad Pitt e Angelina Jolie, o famoso Brangelina, a separação de Jennifer Garner e Ben Affleck, conhecida como Bennifer também encheu muitas páginas de revistas e deixou tristes as suas legiões de fãs. Agora, dois anos volvidos, conhece-se o motivo que levou ao pedido de divórcio por parte da atriz.

 

Separados desde maio de 2015, os dois atores referem que o plano sempre foi pedir o divórcio e que só estariam “à espera do momento certo”. Desde aí, têm mantido uma relação amigável, sendo frequentemente vistos juntos.
No entanto, e apesar de ambas as partes insistirem que a decisão de seguirem cada um o seu caminho foi mútua, a imprensa internacional apresenta agora indícios de que o casal estaria a tentar a reconciliação durante este tempo, no qual Affleck permaneceu no quarto de hóspedes do casal. Os problemas do ator com o álcool, no início deste ano, terão sido motivação extra para que tal não acontecesse.
Affleck e Garner deram início ao processo de divórcio um mês depois do ator ter completado um tratamento de reabilitação contra a dependência do álcool, condição que terá precipitado o desentendimento entre os dois. No entanto, por respeito ao marido, Garner terá esperado até ao fim do tratamento para avançar com os documentos em tribunal.
Ben Affleck, de 44 anos, e Jennifer Garner, de 45, vão dividir a custódia de três filhos: Violet, de 11 anos, Seraphina, oito, e Samuel, de cinco. Estima-se que o divórcio só esteja concluído daqui a seis meses, período que pode vir a ser ainda mais extenso, dado o volume de bens que tem de ser repartido por ambos.

 

caras.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.