Ferry Soby: começou a remoção das cargas

20/04/2017 05:25 - Modificado em 20/04/2017 05:25
| Comentários fechados em Ferry Soby: começou a remoção das cargas

Depois de alteradas as prioridades devido à desorganização do convés de carga do navio, que há mais de 20 dias se encontra adornado numa das rampas roll on roll off, a prioridade é a retirada das cargas do navio e, posteriormente, a remoção do combustível que, por razões de segurança e para evitar riscos de poluição, estava estabelecido que seria a primeira coisa a ser feita.

O combustível passou a ser secundário isto tendo em conta que o convés de carga se encontrava desorganizado e não havia condições de segurança para se aceder ao tanque de combustível. Daí a preferência da remoção das cargas e, depois de criadas as condições para aceder ao tanque de combustível, proceder à sua remoção.

De acordo com a Capitania dos Portos de Barlavento esta ligeira alteração nos planos de remoção do navio não coloca em causa o prazo inicialmente estipulado de 14 dias para que o navio esteja completamente a “reflutuar”.

Até agora, os trabalhos efectuados pela equipa de mergulhadores da UCS, empresa encarregue da missão de resgate da embarcação, decorrem normalmente. Um trabalho com um enorme grau de dificuldade, mas que já tem provido os seus frutos, com a retirada de um camião DAF.

Estão ainda dentro do navio bens. De acordo com o Capitão dos Portos de Barlavento, António Monteiro, parte dos bens poderá ser recuperada intacta. “Qualquer um deles, certamente é reparável. Depende do montante que o proprietário está disposto a investir para recuperar o equipamento”.

Para tal, a capitania dos Portos de Barlavento encontra-se optimista no resultado dos trabalhos, apesar de apreensivos com a possibilidade de um derrame do combustível, o que até agora não tem dado sinais de acontecer.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.