Santo Antão: Morador da zona de Lombo Branco Leste agastado com a falta de iluminação pública

18/04/2017 07:54 - Modificado em 18/04/2017 07:54

O problema maior da comunidade de Lombo Branco Leste tem haver com a situação da iluminação, que neste momento é nula, um problema que já vem arrastando já há quase um ano. Motivando o envio de muitas reclamações por parte de moradores a direcção da Electra central da Ilha, mas que até a data não tiveram nenhuma resposta positiva por parte desta entidade, gerando muita indignação na comunidade.

Este Online fez uma ronda por esta localidade a noite e o facto é que esta situação é muito preocupante, para quem circula a noite. João Ribeiro Gomes é morador da localidade e é um dos rostos da preocupação e descaso feito pelas autoridades competentes sobre esta temática. Apontando que já enviou muitas reclamações a referida direcção mas sem sucessos, pelo que mostra-se já muito agastado com esta situação.

A este Online o morador diz que “Temos quase um ano sem iluminação pública e se houver iluminação pública ela é deficitária porque abrange apenas uma pequena parcela da zona. Já fizemos muitas reclamações para que a iluminação pública seja reposta novamente e, praticamente nós não temos sido ouvidos por parte de quem é de direito da Electra em Santo Antão” Afirma.

Até este momento João Ribeiro aponta que todos esforços da população neste sentido têm sido em vão, e vê isso como um desprezo para com a comunidade em geral. “Num país de direito democrático, todo e qualquer cidadão tem o direito de reclamar os seus direitos e deveres e nós estamos reclamando um direito nosso, porque tendo em conta que é um bem que nós pagamos para ter, por isso exigimos que a Electra o repõe” sublinha.

“Se nós convidar-mos o director da Electra de Santo Antão a vir para Lombo Branco a noite, e ver a situação em que está, não sei se ele conseguiria pedir desculpas publicamente para isto. Considero ser um desmanto da Electra de Santo Antão em não conseguir colocar algumas lâmpadas em Lombo Branco” sustenta.

João Ribeiro sustenta que Lombo Branco é uma zona íngreme de rochas, e a pessoas idosas e não só que circulam pela comunidade a noite, agora menos do que dantes para evitarem situações menos embaraçosas.

O morador da localidade deixa um apelo ao Ministro da Economia para exercer um poder sobre os seus subalternos em Santo Antão e rever esta situação. Situação está que afia se continuar a se registar a comunidade em geral partirá para uma manifestação mostrando o seu descontentamento, e para mostrar que a esta instituição não funciona em Santo Antão.

Durante esta reportagem na localidade este Online enviou um pedido de esclarecimentos tanto ao presidente da Camara Municipal da Ribeira Grande, como ao director da Electra central de Santo Antão, pelo que esperamos avançar com mais pormenores sobre este tema brevemente.

  1. manuel da cruz forte

    eu ja cansei de falar nestas zonas que nao tem luz principalmento de rua,eletrica recebe o nosso dinheiro para colocar luz em sao vicente e praia nos qui ficamos a morrer de rochas dando a escuridao. um dos diretor da eletrica mora na zona de pinhao mas ele faz vista grossa , ja nos falamos de frente a frente mas sem susseço.em sao vicente a um progeto novo com um distancia de 25 a 30 metros mas em santo antao so escuridao.em ribeirao tem uns 50 posto mas fuciona so 4 posto tambem em rabo cuto , lombo de boatriz , fanjan dus bois, cham das furnas ,corda, pinhao , lombo branco,cte ainda o mais triste eh a zona de losna que foi enagurado ja mais de 10 anos esses postos cendeu so naquele dia de inuguraçao

  2. Fernando Assis

    Muitos erros de português, senhor jornalista. Por que não reler a notícia atentamente antes de publicá-la?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.