Bomba lançada por Trump matou 36 combatentes do Daesh

17/04/2017 08:19 - Modificado em 17/04/2017 08:19

A bomba GBU-43 (Massive Ordnance Air Blas – MOAB) lançada pelos Estados Unidos no leste do Afeganistão destruiu uma rede de túneis utilizada pelo Daesh e matou, pelo menos, 36 combatentes do grupo radicalista.

A informação é dada, esta sexta-feira, pelo governo afegão através de um comunicado emitido pelo Ministério da Defesa: «Na sequência do bombardeamento, esconderijos estratégicos do Daesh e uma rede de túneis foram destruídos, e 36 combatentes foram mortos».

No entanto, as autoridades descartam a possibilidade de haver vítimas civis.
A bomba que os Estados Unidos lançaram na passada quinta-feira no Afeganistão é conhecida como a «mãe de todas as bombas». Pesa 9,5 toneladas, das quais 8,4 são explosivos.

O Governo do Afeganistão afirmou que estava em contacto com os Estados Unidos e foi informado do lançamento de uma bomba GBU-43, estando a avaliar o resultado do bombardeamento.

 

abola.pt

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.