Sub-17: Joshua Brito um lateral adaptado a ponta de lança que virou melhor marcador

12/04/2017 07:02 - Modificado em 12/04/2017 08:04
| Comentários fechados em Sub-17: Joshua Brito um lateral adaptado a ponta de lança que virou melhor marcador

Joshua Brito ou simplesmente Jahman como é conhecido, tem 16 anos e joga na equipa dos juvenis do Batuque, clube que lidera a competição lado a lado com o Geneva, com 12 pontos. Com o hat-trick feito sobre o Derby nesta jornada, Joshua destaque-se como sendo o melhor marcador da competição com 7 golos em 4 jogos disputados.

O jovem jogador pertencia aos quadros do Geração Benfica onde, na época passada, jogava como defesa lateral. Nesta época mudou-se para o Batuque, onde começou a jogar como médio ala na pré-epoca e, testado na ponta de lança, não deixou dúvidas de que sabe marcar muitos golos.

Joshua foi sempre um jogador que jogou longe das balizas adversárias e ao NN explica esta mudança de posição de defensor para ponta de lança e o que faz para conseguir marcar golos. “Os golos são fruto de muito trabalho da minha parte e da equipa e, para conseguir marcar tantos golos, tenho que trabalhar muito nos treinos, sempre com seriedade, com muito empenho. Tento levar tudo isso para o jogo e, quando é assim, tudo fica mais fácil. Quando se é ponta de lança a ideia é sempre marcar golos e é nisso que me foco”, afirma.

Prestes a completar 17 anos no dia 2 de Maio, Joshua cumpre a sua última época como juvenil e por ser a sua última época neste escalão, Joshua realça que o seu sonho é jogar na equipa principal do Batuque, mas tem a noção clara de que terá de trabalhar muito para o conseguir. “Inspiro-me em Tatau do Batuque e Papalele do Mindelense onde estão a fazer uma grande época nas equipas seniores. Eles são o motivo para querer continuar a lutar e vejo neles um exemplo a seguir”, sublinha o jogador.

Por agora, o jogador quer continuar a facturar e a ajudar a equipa a atingir os objectivos delineados no início da época e que passam por chegar ao Play-Off de apuramento ao campeão e vencê-lo e depois conquistar o nacional.

Numa equipa que ainda não sabe o que é sofrer golos e que já leva 22 golos marcados nesta época em 4 jogos, Joshua aponta que a equipa tem estado bem em todos os aspectos e, como diz, “quero continuar a marcar muitos golos para ajudar a equipa e também quero vencer o troféu para o melhor marcador, mas jogo claramente para a equipa. É o meu último ano como júnior e então quero terminá-lo em grande”, conclui.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.