Número de refugiados sírios triplicou em três meses

3/10/2012 00:24 - Modificado em 3/10/2012 00:25
| Comentários fechados em Número de refugiados sírios triplicou em três meses

O número de refugiados sírios na Jordânia, no Líbano, na Turquia e no Iraque não pára de aumentar e já ultrapassa os 300 mil. O triplo de há três meses, segundo a agência das Nações Unidas para os refugiados.

 

“Os últimos números mostram um total de mais de 311.500 sírios registados como refugiados nos quatro países, comparando com os cerca de 100 mil em Junho”, anunciou numa conferência de imprensa em Genebra um porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

 

Na semana passada, o ACNUR e outras organizações de ajuda humanitária lançaram um apelo para reunir 487 milhões de dólares (379 milhões de euros), destinados à ajuda de 710 mil refugiados sírios até ao final do ano.

 

Pelo menos 31 mil pessoas morreram vítimas do conflito na Síria, que começou há um ano e meio com a repressão aos primeiros protestos pacíficos contra o regime do Presidente Bashar al-Assad. Mais de dois terços eram civis. É o último balanço, feito esta terça-feira, pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos, a ONG da oposição que tem mantido actualizado o número de mortos.

 

O vice-primeiro-ministro sírio, Walid al-Moualem, lembrou na segunda-feira, na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, que a paz na Síria só será possível se países como a “Turquia, a Arábia Saudita, o Qatar, a Líbia e outros deixarem de armar, financiar, treinar e abrigar grupos de terroristas armados e em vez disso encorajarem o diálogo e renunciarem à violência”.

 

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.