Já existe Comissão Parlamentar de Inquérito no caso do Novo Banco

5/04/2017 08:04 - Modificado em 5/04/2017 08:04
| Comentários fechados em Já existe Comissão Parlamentar de Inquérito no caso do Novo Banco

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para averiguar o caso Novo Banco já está criada e é constituída por dez deputados. Estes têm a missão de apresentar os resultados após 180 dias a Assembleia Nacional que aprovou a proposta sugerida pelo PAICV, partido da oposição.

“Nós somos pela verdade! SEMPRE!E queremos averiguar o contexto e as acções desenvolvidas para a criação do Novo Banco, bem como saber, a fundo, se o Governo actual esgotou ou não todas as possibilidades existentes para a sua recuperação” frisa a presidente do PAICV nas redes sociais. Desta forma foi criada, por proposta do Grupo Parlamentar do PAICV, a Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a resolução do Novo Banco, que tem 180 dias para apresentar os resultados do inquérito à Assembleia Nacional. 

Para além de fiscalizar as acções do executivo em relação ao encerramento do Novo Banco, também o PAICV pretende “igualmente e com esta CPI, apurar se o Ministério das Finanças teve, ou não, responsabilidades na divulgação da lista dos supostos devedores do Novo Banco” afirma Janira Hopffer Almada.

Em busca de respostas sobre a extinção do Novo Banco, o partido da oposição sugeriu a criação desta CPI a Assembleia Nacional, no qual a proposta foi aprovada e esta comissão é constituída por 10 deputados, sendo seis do MpD e quatro do PAICV. Sendo o deputado Manuel Inocêncio Sousa, o presidente da CPI e por outro lado, Janira Hopffer Almada esclarece que propuseram a integração de um deputado da UCID nessa comissão, mas infelizmente a proposta foi rejeitada pelo MpD.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.