Final da taça de Santo Antão: Rosa e Micá a procura do inédito

31/03/2017 08:22 - Modificado em 31/03/2017 08:22
| Comentários fechados em Final da taça de Santo Antão: Rosa e Micá a procura do inédito

A final da segunda edição da taça de Santo Antão vai ser disputada sábado 1 de Abril, no Porto Novo e ira colocar frente a frente duas equipas das duas regiões desportivas de Santo Antão. Sendo que o Rosariense sagrou-se campeão da segundona na zona norte e Académica PN sagrou-se Hepta campeã regional na zona Sul. Um jogo de campeões que promete ser de muita emoção no olhar dos protagonistas deste embate que afiança também ser escaldante.

A finalíssima deste sábado no estádio Municipal do Porto Novo, está marcada para as 15 horas. Deste jogo se saberá quem irá ser o sucessor da equipa do Lagedos vencedor da primeira edição da prova, na época passada frente ao Sinagoga FC. Este jogo também coloca frente a frente as duas únicas equipas da ilha que ainda mantém vivas as suas aspirações em conquistar o Tripleto; campeonato, taça das zonas Norte e Sul e também a taça de Santo Antão.

Dois históricos da Ilha das Montanhas em confronto e que até está altura da época estão imbatíveis em todas as competições, o que será desfeita este fim-de-semana para um dos lados.  

Na antevisão do jogo o treinador da equipa do Rosariense, “Kok” Fernandes afirma que a sua equipa esta muito confiante para o jogo e “ estamos muito esperançosos em trazer o troféu para o nosso clube”.

Para “Kok”, a Académica é um adversário com grande potencial, mas acredita que a sua equipa também não foge a regra “já demonstramos durante esta época a nossa potencialidade e por isso acredito que vamos fazer um grande jogo”. O treinador declara que a sua equipa tem vindo a preparar o jogo com grande responsabilidade porque sabem que vão encontrar um adversário muito forte pela frente. Mas também aponta que os seus pupilos têm assimilado muito bem os processos tácticos para o jogo.

“Acreditem que vamos criar a equipa adversária muitas dificuldades, porque temos muitos jogadores que são os melhores de Santo Antão e já demonstraram isso. Também têm muita experiência e numa final a ansiedade esta presente em ambas as partes” concluiu.

Já Oceano Jorge, médio da Micá e que joga em casa, aponta que estão sempre confiantes no trabalho que fazem no dia-a-dia para enfrentar qualquer adversário. Mas afirma que estão a espera de muitas dificuldades por parte do Rosariense, “porque eles estão muito confiantes e motivados, visto que, eles ganharão o seu campeonato e subiram de divisão, também estão nas meias-finais da região norte, logo estão muito moralizados para este jogo”.

Com o favoritismo do lado da Mica, Oceano afirma que esperam um adversário forte já que o Rosariense vai defrontar o Vice-campeão de Cabo Verde e quando é assim a motivação é de 200%. “A equipa tem preparado o jogo na máxima força, mas com muita responsabilidade. A ansiedade esta deixamo-la para o adversário” completa.

Admilson Felix “Adi”, lateral direito da formação da Micá é da mesma opinião do companheiro de equipa Oceano sobre o jogo e do adversário e como diz que “somos uma equipa confiante e com muita determinação e concentração e aí é que nós vamos buscar as nossas vitórias”.

O adversário é uma equipa forte e bem preparado pelo seu treinador. A nossa confiança vem desde o inicio da época onde partimos do princípio de que todos os jogos são para ganhar” assevera.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.