São Vicente: preço exagerado do pescado preocupa donas de casa

30/03/2017 05:07 - Modificado em 30/03/2017 05:07
| Comentários fechados em São Vicente: preço exagerado do pescado preocupa donas de casa

No mês passado, as peixeiras e os pescadores estavam preocupados com a escassez de peixe devido ao mau tempo que se fez sentir por algumas semanas impedindo os pescadores de irem ao mar. No entanto, já se passou mais de um mês e o mercado ainda parece estar longe de tomar o seu ritmo habitual com muitos peixes em cima das pedras, contribuindo, dessa forma, que o preço do pescado duplique.

De acordo com algumas domésticas abordadas pelo NN, as mesmas dizem-se preocupadas com o preço exagerado do pescado.

Armanda Monteiro afirma que o preço do peixe está muito exagerado e considera que “1kg de Djeu por 600 escudos é exorbitante”. Em relação aos outros tipos de peixes, Armanda diz também que estão caros.  

Maria Fátima diz que o peixe está caro e realça que “neste momento, se o peixe está caro temos de entender que é o nosso mar e temos de ter calma e paciência, porque momentos bons hão-de vir”.  

Para Neves Fonseca, se o peixe está caro há que arranjar outras alternativas, nomeadamente, optar por comer feijão, galinha, verduras, entre outros, em vez de peixe. Adianta que “embora tudo no mercado esteja caro devido à inflação, temos de nos desenrascar de qualquer forma”.

Por outro lado, as peixeiras adiantam que o peixe está caro devido às condições climatéricas.

A peixeira Silva diz que vendem o peixe caro porque há escassez do pescado, “os peixes estão caros por causa do mau tempo que tem vindo a fazer nos últimos tempos”. Ela afirma que a venda tem sido pouca devido ao preço isto, porque compram o peixe nos pescadores e vão revendê-los.

Maria, também peixeira, diz que o peixe está caro porque o pouco que os pescadores conseguem trazer do mar são obrigados a revender a um preço alto para poderem tirar algum lucro.

Entretanto, se o mau tempo persistir, o preço do peixe continuará caro e as pessoas terão de comprar o peixe pelo preço que encontrarem no mercado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.