Navio Soby sem data para ser removido

29/03/2017 07:57 - Modificado em 29/03/2017 07:57

O navio de transporte de contentores Soby  adornou no Porto  Grande de São Vicente, na sexta-feira e a companhia ainda não entregou o plano de remoção do navio. Assim sendo, a equipa técnica responsável para apurar as causas do acidente alarga o prazo da avaliação.

O Capitão dos Portos explica que levaram em consideração o facto do acidente com o navio Soby ter ocorrido na véspera de fim-de-semana, o que terá dificultado os procedimentos burocráticos para a entrega do plano de remoção. “A equipa técnica entendeu alargar o prazo que terminou na segunda-feira, por mais 48 horas, por tempo que o responsável não indicou”, diz o Capitão de mar Duarte Monteiro em entrevista à RCV. O responsável relembra que se trata de “trabalho complexo, que requer horas de mergulho, às vezes com equipamentos pesados”.

Contudo, Duarte Monteiro está optimista e acredita que a operação de desobstrução do cais de cabotagem será feito num “tempo aceitável, num curto espaço de tempo”.

  1. Maria Fortes

    Ao ver a fotografia do navio Soby, sem ser pessimista tive a percepção de haver um paralelo entre o afundamento ou o adorno deste barco e de tantos outros nestes últimos tempos com a situação social, econômica e financeira no nosso País.
    Os capitães deste barco que é Cabo Verde, na maioria pseudo e auto-intitulados de doutores, engenheiros, etc,etc, e tantos outros títulos bombásticos, que me digam para a minha tranquilidade, que a minha percepção não passa de uma fata morgana.
    Ou será que continuamos com o mito que estamos “blindados contra a crise e outras tantas tempestades” conforme me enganaram algum tempo atrás!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.