Twitter suspendeu desde 2015 mais de 636 mil contas em nome do combate «ao extremismo violento»

27/03/2017 08:36 - Modificado em 27/03/2017 08:36
| Comentários fechados em Twitter suspendeu desde 2015 mais de 636 mil contas em nome do combate «ao extremismo violento»

A Twitter Inc., empresa responsável pela rede social com o mesmo nome, suspendeu, desde 2015, mais de meio milhão de contas para combater o «extremismo violento» que tem vindo a ganhar força na plataforma.

Entre julho e dezembro de 2016, foram removidas da rede social 376.890 contas «que promoviam terrorismo e violência», revelou a rede social através do seu Relatório de Transparência.

Da totalidade de contas eliminadas, 74% foram eliminadas por uma tecnologia de «scan automático».

No seu 10.º Relatório de Transparência, a empresa revela ainda os números de pedidos de remoção de conteúdo por violarem a legislação de certos países.

No topo da lista estão a Turquia (3.076 pedidos) e a França (1.334).

As autoridades portuguesas só fizeram um pedido.

 

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.