Mindelact 2017 retoma Ciclo Internacional de Contadores de Estórias

21/03/2017 06:58 - Modificado em 21/03/2017 06:58
| Comentários fechados em Mindelact 2017 retoma Ciclo Internacional de Contadores de Estórias

O Festival Mindelact 2017, acontece entre 03 e 11 de Novembro e este ano vai trazer de volta a tradição de contadores de estórias, com contadores de Portugal, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Brasil.

De acordo com uma comunicação enviada aos jornalistas, em Cabo Verde a tradição dos contadores de estórias está directamente relacionada com a porta de casa.

“A soleira da porta, onde os mais velhos se sentavam com as crianças à volta para contarem histórias de espantar. Ainda hoje, nos meios rurais, este hábito se mantém e a tradição oral crioula tem uma riqueza incalculável que se pretende preservar, divulgar e enriquecer”.

É neste sentido que, segundo a mesma fonte, a partir desta edição de 2017 do Festival Internacional de Teatro do Mindelo – Mindelact, retoma o Ciclo Internacional de Contadores de Estórias (CICE), enquadrado na programação oficial do maior evento de artes cénicas da África Ocidental e Lusófona.

A grande novidade deste ano é que a curadoria deste encontro internacional de contadores é assumida por uma associação com larga experiência na área – RJ ANIMA – Associação de Dinamização Ambiental, Social e Cultural, Agualva – Cacém, Portugal, a partir de um Protocolo assinado com a Associação Mindelact.

São eles: Ana Sofia Paiva (Portugal), Adriano Reis (Cabo Verde – Migração), Ângelo Torres (São Tomé e Príncipe), Clara Haddad (Brasil), Irina Fonseca (Cabo Verde).

Ana Sofia Paiva (Portugal) – Narradora, cantadora e investigadora de tradição oral. Formada pela Escola Superior de Teatro e Cinema, graduou-se em Teatro e mais tarde especializou-se em Promoção e Mediação da Leitura na Universidade do Algarve. A par do seu trabalho como actriz, dedica-se desde 2008 à narração de contos, dentro e fora de Portugal, centrando-se no conto maravilhoso e na musicalidade da performance oral. É membro do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, do Centro de Estudos Ataíde Oliveira que alberga o Arquivo do Conto Tradicional Português, e da cooperativa Memória Imaterial, onde trabalha como investigadora, transcritora e recolectora de folclore poético e narrativo.

Adriano Reis (Cabo Verde – Migração) – Actor, Trabalhador Sociocultural e Contador de Estórias de Lá e de Cá, que a paixão e o amor pelas estórias cativou a transmissão da palavra, partilhando a sua identidade crioula (Africana). É neste caminho que encontrou para trabalhar a educação e a integração pela diversidade e diálogo intercultural nas escolas e comunidades no geral.

Ângelo Torres (S. Tomé e Príncipe) – É engenheiro, actor, realizador e contador de histórias. Filho de pais santomenses, nasceu na Guiné Equatorial em 1966, foi para Espanha aos 6 anos (por razões políticas) e, mais tarde, mudou-se para Cuba, onde estudou Engenharia Mecânica. Foi com a avó que aprendeu a contar histórias e é um dos pioneiros do movimento de narração oral em Portugal. Desafiado nos anos 90 por António Fontinha a “contar uns contos”, acordou aí uma vocação que não mais parou de cultivar e aperfeiçoar.

Clara Haddad (Brasil) – É narradora profissional com mais de 19 anos de experiência tendo inúmeros projectos e apresentações desenvolvidos em várias partes do mundo. Já se apresentou em diversos países: Portugal, Brasil, Bélgica, México, Peru, Venezuela, França e Espanha. Foi destacada, em 2015, como melhor narradora de língua portuguesa da Europa na Bélgica. É directora da Fábrica das Histórias e da Escola de Narração Itinerante projecto pioneiro em Portugal. Co-fundadora e programadora cultural do PÁRA – Espaço Literário e Cultural na cidade do Porto. Membro do conselho de patronos das «Escolas Solidárias» da Fundação EDP.

Irina Fonseca (Cabo Verde) – Com formação de dois anos pelo 15º Curso de Teatro do Centro Cultural Português e larga experiência na narração oral que inclui já uma participação internacional no Brasil, tem apostado forte no mercado interno num formato original e criativo, com tapetes e figuras tridimensionais que fazem o encanto de todas as crianças. 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.