Alunos denunciam “irregularidades e falta de transparência” na atribuição de bolsas de estudo

15/03/2017 08:16 - Modificado em 15/03/2017 08:16
| Comentários fechados em Alunos denunciam “irregularidades e falta de transparência” na atribuição de bolsas de estudo

Alunos do Instituto Superior de Ciências Jurídicas afirmam estarem a ser prejudicados no que toca à atribuição de bolsas de estudo. Indignados com o que consideram de “irregularidades e falta de transparência” na atribuição, os alunos alegam ter procurado formas de diálogo com os responsáveis, contudo, sem sucesso. Os contestatários prometem avançar com uma acção judicial contra o que chamam de “injustiça, em relação à transparência e violação clara da lei da Constituição”.

Houve sempre irregularidades na atribuição das bolsas e é do conhecimento que alunos funcionários públicos usufruem de bolsas de estudo enquanto que a estudantes órfãos e oriundos de famílias de fracos recursos foi negada a atribuição de bolsas mesmo preenchendo todos os requisitos exigidos”, acusa o porta-voz, Seidy de Pina.

Por tudo isto, o grupo de alunos do Instituto Superior de Ciências Jurídicas considera que houve irregularidades e falta de transparência no que toca à atribuição de bolsas de estudo. Seidy de Pina avança que foram várias as tentativas de diálogo com os responsáveis mas sem qualquer resposta.

O porta-voz acredita ser ainda “mais grave” a forma como a funcionária da Direcção-Geral de Ensino Superior justificou a não atribuição de bolsas aos alunos. “Os alunos que não foram contemplados não tiveram sorte”.

As reivindicações dos alunos têm a ver ainda com o atraso na atribuição de subsídios por parte da FICASE, situação que tem vindo a causar grandes constrangimentos. Perante o problema, o grupo de alunos promete interpor uma acção judicial contestando o que consideram de “injustiça, em transparência e violação clara da lei da Constituição”. A administração pública tem recusado o diálogo para resolver a questão de forma “graciosa”, pelo que, reagimos de forma “contenciosa”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.