Tecto prestes a desabar: mulher aflita pede ajuda do Governo

10/03/2017 08:20 - Modificado em 10/03/2017 08:20
| Comentários fechados em Tecto prestes a desabar: mulher aflita pede ajuda do Governo

Hirminia Soares, 59 anos de idade, natural de São Vicente, residente na zona de Salamansa, aflita, pede ajuda do Governo para a construção do tecto da sua casa que está prestes a desabar.

Conforme nos adiantou a entrevistada há muito tempo que o tecto da sua residência está a cair aos pedaços, mas que a situação já piorou, uma vez que há dias uma parte desabou.

“Há muito tempo que todo o tecto da minha casa está a cair aos poucos, mas a situação tem vindo a piorar, pois há dias uma parte caiu no chão mas, graças a Deus, não caiu em cima de mim”, afirma Hirminia Soares.

Sem trabalho e com apenas um seguro de 5 mil e poucos escudos, Hirminia Soares conta as suas dificuldades do dia-a-dia. “Não tenho trabalho e as dificuldades que tenho vindo a enfrentar são muitas. Entretanto, vivo com um seguro de 5 mil e poucos escudos devido a um acidente de carro que aconteceu há 33 anos atrás quando fui atropelada e hoje vivo numa cadeira de rodas”.

Sobrevivendo apenas com um seguro de vida, Hirminia Soares afirma que não possuiu condições financeiras para arranjar o tecto da sua casa que está prestes a desabar.

“Os meus filhos ajudam-me no que podem, pois só um deles é que trabalha mas o seu trabalho não é fixo e também todos têm as suas responsabilidades. Não tenho condições para retirar o tecto da minha casa e construí-lo novamente e sei que estou a correr certos riscos”, disse Hirminia Soares com uma certa emoção.

Sem meios financeiros, Hirminia Soares pede ajuda ao Governo e a quem a queira ajudar para que ligue para o seguinte contacto telemóvel:

 – Hirminia Soares : 584-35-54

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.