Universidade do Mindelo realiza seminário com o tema “Turismo de Cruzeiro: Que Futuro?”

10/03/2017 08:18 - Modificado em 10/03/2017 08:18
| Comentários fechados em Universidade do Mindelo realiza seminário com o tema “Turismo de Cruzeiro: Que Futuro?”

Num seminário realizado esta quarta-feira, 8 de Março, pelas 18h oras, na Universidade do Mindelo, em São Vicente, Cabo Verde, foi proferido pelo PCA da Enapor, Dr. Jorge Maurício, uma palestra subordinada ao tema: “Turismo de Cruzeiro: Que Futuro?”.

O referido seminário foi organizado pelos alunos universitário do 4ºAno de Gestão Hoteleira e Turismo desta Universidade. O seminário visa a importância da Construção de um Terminal de Cruzeiros no Porto do Mindelo.

De acordo com o Presidente do Conselho da Enapor, Jorge Maurício as condições actuais do Porto do Mindelo não são seguras e nem confortáveis para os turistas que visitam a ilha de São Vicente em que se diz que “este é o momento da decisão”.

Entretanto, com bases nos estudos feitos no mercado e do impacte ambiental e da engenharia, Jorge Maurício realça que “o objectivo é colocar Cabo Verde nas rotas do mundo fora de forma decisiva e difundida e, a estratégia é clara e passa por criar melhores infra-estruturas portuárias, bem como, a oferta e o turista específico”.

Conforme nos adiantou Jorge Maurício, o Projecto contribuirá para o desenvolvimento do País em particular para a ilha de São Vicente e de Santo Antão proporcionando mais negócio e mais emprego para o País.

A construção do terminal do Cruzeiros será financiada pela Holanda com uma percentagem de 35%  pelo valor de 9,8 milhões de euros e o restante 65% pelo Estado de Cabo Verde que já garantiu o seu financiamento.

Com isto, Jorge Maurício garante que o nosso País, Cabo Verde, estará mais preparado em termos de destinos turísticos.

“Com a construção desse Terminal de Cruzeiro em Cabo Verde, no Mindelo, todas as pessoas estarão mais preparadas em termos de destinos turísticos, nomeadamente os taxistas, guias, inspecção, bares e restaurantes, entre outros”, afirma Maurício.

Acrescenta ainda que “sendo um Projecto, lançaremos um concurso público e, numa perspectiva muito realista, pensamos que no início de 2019 as obras iniciarão”.  

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.