“Váva”: o guarda guarda-redes que dá pontos a Micá

8/03/2017 07:27 - Modificado em 8/03/2017 07:27
| Comentários fechados em “Váva”: o guarda guarda-redes que dá pontos a Micá

Concluída a primeira volta do campeonato, a Associação Académica do Mindelo é líder, para além de ter a defesa mais sólida do campeonato, consentindo apenas quatro golos ao fim de sete jogos. Destaca-se o guarda-redes Váva com apenas três golos consentidos, em seis jogos disputados.

 

O guarda-redes, natural de Santo Antão, já vai na sua quarta época de Micá ao peito, tendo já contado com uma descida de divisão pelo meio. Váva de 26 anos de idade, parece estar a viver os seus melhores momentos na Micá, onde tem contribuído com excelentes intervenções, concorrendo assim, para o sucesso do clube nesta época.

Convidado pelo NN a expor um pouco a sua trajectória no clube e o bom momento que o clube e ele atravessam actualmente, o guarda-redes não tem dúvidas em afirmar que esta é a sua melhor época na Académica. “Fico contente por contarem comigo mais esta época, porque gosto muito da Académica. Aqui em São Vicente é o meu clube e quero ajudar sempre na realização dos objectivos do clube”, afiança.

“Os quartetos defensivos que têm vindo a actuar nos jogos desta época, têm-me sempre transmitido muita confiança na baliza. Quero que continuem com a mesma coesão de sempre”, assevera.

“Nas outras épocas faltava-nos o espírito de querer vencer e também a união mas, neste momento, há muita união e é por isso que estamos à frente do campeonato. Este ano, a equipa tem vindo a trabalhar sempre com o objectivo do campeonato, por isso, temos vindo a fazer o nosso trabalho para alcançar o título regional”, garante.

Relativamente ao sucesso da equipa na prova, o guarda-redes aponta como pilar importante o novo treinador e a mensagem que tem transmitido ao grupo desde que chegou. “O treinador tem vindo a passar para o grupo uma boa mensagem, ou seja, para trabalharmos sempre e focarmo-nos no que vamos fazer e que se quisermos atingir os nossos objectivos, teremos que trabalhar e muito”, enfatiza.

Para Váva, os reforços mais experientes e de qualidade foram peças muito importantes para o momento que o clube atravessa porque, a seu ver, trouxeram a raça, empenho e vontade de vencer que eles já estão habituados. Aludindo ao facto que anteriormente não tinham uma equipa ambiciosa e com a ânsia de vencer como estão agora. Isto porque, a vinda deles trouxe este espírito para o grupo e estão a partilhá-lo com o resto do grupo, determinando o sucesso até ao momento.

Depois de na última jornada da primeira volta do campeonato ter visto o seu lugar ocupado pelo ex-nacional da Madeira de Portugal, Ken, Váva aponta que o seu objectivo é o de continuar a trabalhar sempre, porque todos querem o mesmo objectivo que é o de serem campeões regionais.

Váva afirma que o objectivo principal é ir para o nacional com a Académica e, para isso, querem conquistar o Campeonato Regional. Realça também que trabalha com os olhos focados numa possível chamada no final da época para representar a selecção de Santo Antão no Inter-Ilhas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.