Ex-diretor dos serviços secretos nega ter posto Trump sob escuta

6/03/2017 07:18 - Modificado em 6/03/2017 07:18
| Comentários fechados em Ex-diretor dos serviços secretos nega ter posto Trump sob escuta

O ex-diretor dos serviços secretos norte-americanos negou ter ordenado a gravação de conversas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a campanha para as eleições presidenciais.

«Posso dizer que a partir do aparelho de segurança nacional que coordenava como DNI (Diretor de Serviços de Informações) não houve escutas ao presidente eleito neste momento, como candidato, ou à sua campanha», disse James Clapper em entrevista à NBC, que ocupou o cargo entre 2010 e 2017.

Clapper assinalou que se existissem gravações teria conhecimento, assegurando que podia negar a existência de uma ordem judicial permitindo ao FBI intervir nas comunicações da Torre Trump em Nova Iorque, sede da campanha do magnata.

 

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.