Governo arranca com obras de recuperação da ilha de Santo Antão

3/03/2017 07:47 - Modificado em 3/03/2017 07:47
| Comentários fechados em Governo arranca com obras de recuperação da ilha de Santo Antão

A reconstrução da ilha de Santo Antão, após os estragos das cheias de Setembro de 2016, acarreta um investimento de 320 mil contos e as obras começam no mês de Março.

Várias localidades ficaram em situações críticas e muitas delas sem o acesso à água, sendo prioridade do Ministério da Agricultara e Ambiente (MAA) a execução de furos vales em Ribeira da Cruz, no Porto Novo e Caíbros, em Ribeira Grande, para que os agricultores possam ter acesso à água para a rega. Também será recuperada a rede de abdução de água da barragem de Canto de Cagarra, no vale da Garça, destruída também pela tempestade que se abateu sobre Santo Antão, em 2016.

O caso da Ribeira da Cruz é considerado grave, uma vez que este vale é considerado um dos principais vales agrícolas existentes na ilha e depois das enxurradas, a actividade agrícola é assegurada apenas por uma nascente, cujo caudal, segundo os agricultores, está a diminuir, antevendo-se para “os tempos mais próximos”, dias difíceis para a agricultura local, caso não sejam executados os novos furos, isto de acordo com a Inforpress.

O Delegado do Ministério da Agricultara e Ambiente, Joel Barros, diz que em Ribeira da Cruz a água para a irrigação poderá ficar normalizada ainda no mês de Março e acrescenta que “tudo está a ser feito para que os trabalhos da execução dos furos iniciem o mais de depressa possível” a fim de normalizar a situação nesta localidade.

O lançamento do programa de reconstrução da ilha das Montanhas ocorrerá na segunda-feira, na cidade do Porto Novo, dando início às obras de recuperação das infra-estruturas hidráulicas e terrenos agrícolas, danificados durante as cheias de Setembro de 2016, estão orçamentadas no valor de 320 mil contos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.