Mota e golo que trouxe o Rosariense para a primeira divisão

22/02/2017 07:40 - Modificado em 22/02/2017 07:40
| Comentários fechados em Mota e golo que trouxe o Rosariense para a primeira divisão

Yorgé Mota foi autor do único golo no dérbi entre Rosariense e Solpontense, no passado domingo 19, golo este que colocou a equipa do Rosariense na primeira divisão do campeonato em Santo Antão norte, dois anos depois da sua descida.

O jogador natural de Santo Antão, e que representa as cores do Rosariense vive “dias felizes” pelo golo apontado ao eterno rival, um golo que valeu a subida de divisão. Ao NN Mota fala sobre o motivo que o levou a regressar a equipa do “seu coração” e a importância do golo marcado dérbi.

O avançado aponta que regressou para o Rosariense porque o clube estava passando por uma situação difícil porque estavam já há dois anos na segunda divisão. Este ano fizeram um novo projecto e traçaram o objectivo. “Tive convite de outras equipas mas aceitei este porque projecto porque quis voltar para poder ajudar a minha equipa do coração” realça.

Sobre o golo marcado ao eterno rival e que ditou imediatamente a subida, quando faltam ainda duas jornadas por disputar Mota diz que “foi uma sensação inexplicável, muito bom, já sonhava com este momento e era esse o meu objectivo. Este foi sem dúvida o golo mais importante apontado”.

“O jogo com o Solpontense foi muito difícil, e muito bem disputado por ambas as equipas e, já sabíamos em antemão que entrariam fortes para tentarem ganhar porque estavam em desvantagem na tabela classificativa. Trabalhamos bem durante a semana e, tínhamos a nossa estratégia bem montada, pelo que as coisas correram lindamente” assegura Mota.

Mota leva três golos apontados no campeonato da segundona e aponta como objectivo principal até ao término do mesmo lutar para vencer o prémio de melhor marcador. “Quero continuar a marcar golos porque é o que gosto mais de fazer e, tentar alcançar o prémio de melhor marcador do campeonato” destaca.

A formação do “Rosa” ainda está presente em duas taças, na taça da região norte de Santo Antão, onde ira disputar os quartos-de-final já este fim-de-semana com o já campeão em título da primeira divisão o Paulense. Também na taça de Santo Antão onde estão presentes nas meias-finais onde iram medir forças com os foguetões do Paul.

Para Mota depois de atingir o objectivo principal do clube que era a subida divisão o foco principal agora centra-se em tentar ir o mais longe possível nessas duas taças e, se possível alcançarem as duas finais e vence-las.

Mota já apontou seis golos esta temporada, divididos por campeonato e taças, questionado sobre o seu futuro no emblema “Rosa” diz não ainda não saber de nada em concreto.

O actual jogador do Rosariense, formado no clube já teve passagens por clubes de São Vicente e de Santo Antão como Amarante, Mindelense, Ponta de Pom, Beira-mar e Sinagoga.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.