Seul reforça segurança após responsabilizar Pyongyang pela morte de Kim Jong-nam

20/02/2017 08:35 - Modificado em 20/02/2017 08:35
| Comentários fechados em Seul reforça segurança após responsabilizar Pyongyang pela morte de Kim Jong-nam
O Presidente sul-coreano em funções, Hwang Kyo-ahn, vai reforçar a segurança do país perante possíveis «provocações» da Coreia do Norte, dada a «certeza» da implicação de Pyongyang na morte de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder norte-coreano.

Hwang reuniu-se com altas patentes militares, numa reunião do Conselho de Segurança Nacional, sobre a possibilidade de o país vizinho levar a cabo atos terroristas contra funcionários do Governo ou contra a Coreia do Sul «para desviar a atenção internacional» do crime, segundo a agência Yonhap.

Kim Jong-nam, meio-irmão mais velho do líder norte-coreano Kim Jong-un, foi assassinado a 13 de fevereiro no terminal de partidas internacionais do aeroporto de Kuala Lumpur. Jong-nam acabou por morrer a caminho do hospital.

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.