FCB: ” De um momento para o outro o Governo disponibilizou verba para custear a participação de Cabo Verde”

20/02/2017 08:09 - Modificado em 20/02/2017 08:09
| Comentários fechados em FCB: ” De um momento para o outro o Governo disponibilizou verba para custear a participação de Cabo Verde”

A Federação Cabo-verdiana de Basket (FCB), em comunicado critica a atitude do Governo através da Direcção-Geral dos Desportos, que na passada semana enviou uma documentação à FIBA África no sentido de anular a decisão da Federação sobre a não participação da Selecção Nacional de Basquetebol nas eliminatórias de apuramento para o Afrobasket 2017.

A Federação refere que, de um momento para outro, o Governo, através da DGD, disponibilizou verba para custear a participação de Cabo Verde, mas esqueceu-se de disponibilizar fundos para liquidar toda a dívida da FCB no valor estimado de 15 mil contos. Dívidas internas e com a FIBA África, acumuladas desde 2011, conforme comunicado citado pela RCV.

No entanto, para a FCB a preocupação do Governo deveria apenas estar focada em apoiar a auditoria interna que a FCB solicitou aos auditores para esclarecer a situação financeira, bem como responsabilizar as pessoas que levaram a instituição ao estado em que se encontra actualmente.

De acordo com a entidade que gere o basquetebol nacional, a atitude do Governo em ir contra a decisão da FCB por meio da DGD é uma intromissão no organismo. Uma atitude indevida, considera.

Desta forma, a actual direcção de basquetebol demite-se e pede uma assembleia-geral electiva para o dia 25 de Março, para a eleição de uma nova direcção do organismo, porque não admite a ingerência da Direcção-Geral dos Desportos nos assuntos da FCB.

Neste documento, a FCB reitera a sua posição inicial de não participação no apuramento para o Afrobasket 2017 por não estarem reunidas as condições para tal.

Esta acusa o Governo de agir de forma ilegal, ao permitir que a DGD crie uma comissão de emergência com a intenção de pressionar a FCB para mudar a sua posição iludindo os associados da Federação de que estão reunidas as condições financeiras para a participação de Cabo Verde nas eliminatórias para o apuramento.

Considera ainda que a DGD ultrapassou todos os limites no tocante ao seu papel, ao contactar a FIBA África em nome das associações regionais para anular a decisão da FCB sobre a não participação nas eliminatórias do Afrobasket.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.