DG dos Desportos quer remediar atitude da FCB que deixou a Selecção fora do Afrobasket 2017

16/02/2017 08:58 - Modificado em 16/02/2017 08:58
| Comentários fechados em DG dos Desportos quer remediar atitude da FCB que deixou a Selecção fora do Afrobasket 2017

A Selecção Cabo-verdiana de Basquetebol aguarda a decisão da FIBBA de aceitar e validar a candidatura do país na fase de qualificação para o Afrobasket 2017.

Esta informação foi avançada pelo Governo de Cabo Verde que está a fazer os possíveis para que a candidatura do país seja aceite, já que no último fim-de-semana de Janeiro, se realizou na Costa do Marfim o sorteio da fase de qualificação para o Afrobasket/2017 e o nome de Cabo Verde não estava incluído.

A Federação decidiu retirar a selecção sénior masculina do próximo Afrobasket, justificando que a prioridade é a formação ganhando, desta forma, uma base para o Afrobasket’2019.

Anildo Santos, Director-Geral dos Desportos, garantiu à comunicação social que a candidatura do país já foi entregue e que estão à espera que esta seja aceite e validada pela FIBBA África. “Estamos na retaguarda a trabalhar com todos para remediar a situação, pelo menos, para ter uma situação airosa sobre este assunto”, assegura.

Neste momento, o executivo está à espera do retorno daquela organização. Mas para levar avante esta participação, as Associações Regionais de Basquetebol ficaram com a prerrogativa de apoiar ou não tal iniciativa. Fogo, Maio, Santo Antão e Santiago Norte, foram as associações que aceitaram o desafio.

Anildo Santos refere ainda de reuniões com a direcção da federação demissionária, afirmando que o desporto nacional não pode parar. “O Governo está a falar de internacionalizar o desporto pela selecção e os amantes do basquete têm mostrado alguma inquietação à volta da modalidade. Temos que agir e não reagir”.

De realçar que um grupo de antigos praticantes da modalidade pretende assumir a Federação Cabo-verdiana de Basquetebol, liderada por Rodrigo Mascarenhas e Marito.

O Afrobasket’2017 será disputado no mês de Agosto em Brazzaville, no Congo. A melhor classificação que o país já conseguiu nos seis Afrobasket em que participou foi um terceiro lugar, na edição de 2007, realizada em Angola, conquistando a medalha de bronze.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.