Mandingas do Tarrafal da Ribeira Grande: o “Ribeira Bote” de Santo Antão

10/02/2017 07:58 - Modificado em 10/02/2017 07:58
| Comentários fechados em Mandingas do Tarrafal da Ribeira Grande: o “Ribeira Bote” de Santo Antão

O grupo dos mandingas do Tarrafal da Ribeira Grande saiu pela primeira vez, este ano, no passado domingo 05 e arrastou uma grande moldura humana consigo.

O jovem Kévy Delgado, natural do Tarrafal, é o principal promotor desta manifestação cultural na Povoação. Em conversa com o NN, o mesmo disse que a ideia surgiu a partir de pessoas que todos os anos viajam para São Vicente, com o intuito de participarem no Carnaval de São Vicente e nos Mandingas de Ribeira Bote, o que foi impossível acontecer este ano.

Assim, surgiu a ideia deste ano, de fazerem o próprio desfile de mandingas.

Há já alguns anos que os mandingas do Tarrafal saem às ruas de Povoação na Ribeira Grande, mas somente no dia do Carnaval. Este ano veio a inovação e o grupo saiu pela primeira vez no domingo 5, e segundo o organizador, pretendem fazê-lo todos os domingos até ao dia do Carnaval.

Kévy Delgado realça que não estava à espera de ver tantas pessoas a participarem e a arrastarem com elas muitos curiosos. O organizador conta que houve necessidade de fazer uma lista de inscritos e de criar um grupo para poder colocar ordem na folia. Com a quota paga pelos inscritos conseguiram alugar um som bem como organizar um lanche.

“Trazemos esta folia dos mandingas porque Tarrafal é apelidado por muitos como o Ribeira Bote de São Vicente, então ficou fácil implantá-la. Queremos imitar o Ribeira Bote nesta empreitada, respeitando-os no seu trabalho e, também porque mandingas é uma coisa bonita de se ver”, aponta.

Kévy Delgado quer “abraçar de corpo e alma” este novo projecto e implementar esta forma cultural na cidade da Ribeira Grande. Para o evoluir desta manifestação cultural no seio da RG, o líder do grupo já iniciou a entregar cartas em várias instituições pedindo apoios e, “espero brevemente ter um feedback e, ver aos fins-de-semana muita alegria nas ruas de Puva”.

No próximo domingo, o organizador espera uma enchente nas ruas de Povoação, isto pela forma como estão a decorrer as inscrições que, a seu ver, estão a “correr de vento em popa”. O grupo já tem à sua disposição uma batucada de Penha de França, disponível para dar o seu contributo já este fim-de-semana.

Fotos: Kevy Delgado e Jairson Morais

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.