Mulher revoltada com a falta de justiça pede ajuda para a realização de um tratamento fora do país

9/02/2017 08:23 - Modificado em 9/02/2017 08:23
| Comentários fechados em Mulher revoltada com a falta de justiça pede ajuda para a realização de um tratamento fora do país

Arlinda dos Santos Roque, de 42 anos de idade, residente na ilha do Sal, em Chã Matias, que sofreu um acidente de viação no dia 5 de Novembro de  2014 diz que o seu modo de vida desde essa data mudou completamente.

 

Arlinda Roque afirma que já se passaram mais de 2 anos e as suas condições de vida continuam na mesma, sem condições para trabalhar e sem subsídio devido ao acidente de viação e conta as dificuldades enfrentadas no seu dia-a-dia.

“Estou desempregada e não consigo ajudar o meu filho menor que ainda está a estudar, pois ainda estou com os aparelhos no pé e com dores na coluna. De momento, estou a passar por muitas dificuldades”, considera .

Por outro lado, Arlinda Roque, na tentativa de conseguir um emprego, já fez várias entrevistas de trabalho nalgumas empresas, mas sem sucesso.

“Já fui a algumas empresas na tentativa de conseguir um trabalho e todas as vezes é a mesma coisa: não podemos empregar a senhora porque caso vier a acontecer qualquer coisa com a senhora nós é que nos responsabilizamos!”, explica Arlinda Roque com uma certa emoção.

Sem condições para trabalhar devido aos problemas de saúde, Arlinda Roque pede apoio para quem queira ajudá-la na realização de um tratamento fora do país, para recuperar a sua saúde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.