Leonário: uma vida a pescar

6/02/2017 08:40 - Modificado em 6/02/2017 08:40
| Comentários fechados em Leonário: uma vida a pescar

Hoje, 5 de Fevereiro de 2017, celebra-se o dia Nacional do Pescador em Cabo Verde. O NN deslocou-se à zona piscatória de São Pedro onde um ex-pescador nos contou a sua história.

 

Leonário Manuel Lopes, 64 anos de idade, natural da ilha de São Vicente, residente em São Pedro, é um dos antigos pescadores dessa localidade que actualmente já não trabalha mas que dependeu da pesca para o seu auto-sustento e o da sua família.Tudo começou quando Leonário Lopes tinha apenas 14 anos de idade resolveu ir pescar juntamente com o seu pai o que fez com que ele se  apaixonasse  pela profissão

Leonário Lopes diz que teve de deixar a pesca de lado por uns tempos e acabou por emigrar para o estrangeiro para conseguir meios financeiros para poder comprar o seu barco e regressar novamente para a sua terra natal.

“Chegou uma altura em que tive de deixar a pesca e emigrar para o estrangeiro para poder comprar o meu barco. E logo que consegui, regressei para o meu país de origem onde comprei o barco e comecei tudo de novo”, realça Leonário Lopes.

Leonário Lopes encontrou na pesca o seu modo de viver mas, infelizmente, como conta, a profissão de pescador não é para toda a vida.

“Encontrei na pesca o meu modo de viver, pois com ela sustentei a minha família, porém, tive de deixar o mar porque a minha idade já não permite! Hoje é a minha filha quem nos sustenta”, explica.

Conforme nos adiantou o pescador, antigamente conseguia-se sobreviver da pesca mas hoje a vida do pescador tornou-se difícil.

“Antigamente a vida do pescador era mais fácil, pois havia mais peixes no mar. Todavia, já não é o que acontece no dia de hoje o que faz com que as coisas se tornem mais difíceis”, realça o pescador.

Entretanto, o pescador deixa uma mensagem a todos os pescadores, não só da sua localidade mas de Cabo Verde no geral.

“Queria desejar um feliz dia Nacional do Pescador a todos os Pescadores da minha zona e a todos os pescadores de Cabo Verde no geral”, disse.

Acrescentou ainda que “viver da pesca está cada vez mas difícil, mas para os que estão nessa vida, desejo-lhes boa sorte e que tomem medidas de segurança contra eventuais perigos que possam surgir no mar”, considera Leonário Lopes.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.