Fonte Inês: Moradores reclamam do mau cheiro

2/02/2017 08:11 - Modificado em 2/02/2017 08:11

Os moradores da zona de Fonte Inês, “Lumbim D´Femassa”, encontram-se revoltados devido ao perigo resultante do lixo que é despejado dentro de uma casa abandonada. A situação vem-se arrastando há mais de um ano e os moradores mostram-se preocupados e aflitos.

 

De visita ao local, o NN deparou-se com a casa abandonada cheia de lixo desde o seu interior até ao exterior da casa. Dentro e fora dessa casa encontrámos lixo doméstico, garrafas e bolsas de plástico, animais mortos o que provoca um forte odor no local, colocando em risco a saúde pública.

De acordo com alguns moradores da zona, esta casa pertencia a um senhor que veio a falecer e, posteriormente, foi alugada a uma senhora e que devido às más condições da dita moradia a mesma teve de sair da casa e entregou-a a uma filha do falecido. Os moradores estão revoltados com esta situação e dizem que já contactaram a Câmara Municipal inúmeras vezes e que até agora nada foi resolvido.

Carlos Lima, morador e comerciante, diz que esta situação existe há muito tempo e que já fizeram várias reclamações junto da Câmara e que alguns funcionários se deslocaram ao local mas, até agora, nada foi resolvido.

Por outro lado, Ronisia outra moradora, diz que esse mau cheiro é muito prejudicial visto que ela é mãe de um recém-nascido. Entretanto, a moradora afirma que muitas vezes chamam a atenção das pessoas que vão deitar o lixo nessa casa abandonada mas que essas pessoas mandam-lhes nomes.

José Rocha realça que “esse mau cheiro é um incómodo, uma vez que é um perigo para a saúde pública e provoca mosquitos”.

Os entrevistados apelam por medidas de intervenção urgente em relação a essa “Casa Abandonada”.

  1. Uma reveindicação justa, eu conheço esta casa há muito tempo, serve de contentores das vizinhanças da zona e é preciso por cobro a esta situação lastimável, isso passa por uma intervenção urgente da Câmara Municipal, a solução é tapar a porta e a janela.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.