Prisão preventiva para mulher que ajudou a matar o sogro em Impena

26/09/2012 01:48 - Modificado em 26/09/2012 01:48
| Comentários fechados em Prisão preventiva para mulher que ajudou a matar o sogro em Impena

O juiz teve mão pesada e mandou para a cadeia os dois cidadãos acusados de assassinar um idoso, na zona de Impena. Desta forma a nora da vítima e o seu amante vão aguardar o desenrolar do caso na Cadeia de Ribeirinha.

 

O Juízo Crime aplicou prisão preventiva aos cidadãos, Celeste, de 41 anos e Djudja, de 32 anos, acusados de co-autoria no homicídio do idoso Armando Rodrigues, na zona de Impena. NN sabe que perante o tribunal, a nora da vítima e o seu amante assumiram a autoria do crime, mas asseguraram ao juiz não terem tido intenção de assassinar o idoso.

Perante os factos, o magistrado entendeu que a atitude dos arguidos preenchia os pressupostos da privação da liberdade. Desta forma o juiz aplicou o artigo 290º do Código Processo Penal e os dois arguidos foram encaminhados para a Cadeia de São Vicente.

Quanto ao processo-crime, este foi enviado para o Ministério Público para se apurar os factos que culminaram na morte do cidadão, Armando Rodrigues. Terminada a fase de instrução o MP deduzirá a acusação, para que os acusados sejam submetido ao julgamento.

Recorde-se que a vítima foi encontrada morta, na quarta-feira, 19, na sua residência. O corpo foi encontrado pelos familiares no seu quarto coberto com algumas peças de roupa e apresentava lesões na cabeça, escoriações na face e no pescoço. Segundo a autópsia realizada pela PJ, o idoso sofreu agressões, mas a causa da morte foi por asfixia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.