Abraão Vicente pede aos accionistas do “ASemana” para não virarem costas aos seus trabalhadores

25/01/2017 07:56 - Modificado em 25/01/2017 07:56
| Comentários fechados em Abraão Vicente pede aos accionistas do “ASemana” para não virarem costas aos seus trabalhadores

O Ministro que tutela a Comunicação Social, Abraão Vicente, está preocupado com a sustentabilidade dos jornais privados em Cabo Verde. Apesar de reconhecer que não cabe ao Governo financiar projectos privados, considera que a situação é preocupante e requer a atenção do seu Ministério.

O caso do jornal “ASemana” trouxe à baila o tema sobre a sustentabilidade dos jornais privados no país, uma vez que assistimos à suspensão do jornal impresso e a casos de despedimentos. Neste sentido, o Ministro Abraão Vicente apela aos accionistas do jornal para que “não virem as costas aos seus trabalhadores” e garante que está disposto a dialogar com os funcionários e accionistas de forma a ajudar. Abraão Vicente adianta que no dia 09 de Fevereiro vão ser distribuídos os incentivos à imprensa e o jornal está contemplado visto que conseguiu justificar parte dos gastos.

Abraão Vicente reconhece que é necessário avaliar a sustentabilidade dos jornais privados. Apesar do Governo conceder subsídios, o Ministro afirma que “não podemos atribuir a jornais que são projectos privados com fortes accionistas e uma grande deterioração das contas da empresa ao longo do tempo”.

O Ministro e tutor da pasta da Comunicação Social, em entrevista à Inforpress, relembra que “não é responsabilidade do Governo garantir a sustentabilidade dos projectos privados. Vamos continuar a dar os incentivos anuais, mas é preciso perceber como é que os jornais chegaram ao ponto de recrutarem gente para não conseguirem pagar os salários”.

A fim de suprimir algumas dificuldades na aérea da comunicação social, o Ministro Abraão Vicente garante que será contratada uma equipa de consultores para rever o pacote legislativo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.