Anildo de Jesus: “O relvado do Estádio Municipal Adérito Sena está certificado pela FIFA”

25/01/2017 07:19 - Modificado em 25/01/2017 07:19
| Comentários fechados em Anildo de Jesus: “O relvado do Estádio Municipal Adérito Sena está certificado pela FIFA”

O vereador do desporto da CMSV, Anildo de Jesus mostra-se ciente das reivindicações feito pelos jogadores sobre o Estádio Adérito Sena. Entre  as reivindicações está o espaço existente para fazer  o aquecimento antes dos jogos e, também mais a necessidade de mais espaço nas linhas que delimitam o campo do alcatrão.

Sobre  dos espaços que delimitam o relvado ao alcatrão o vereador do desporto, Anildo de Jesus diz que “O limite do campo é feito de acordo com as regras da FIFA, ou seja, está certificada pela FIFA. Não é que não poderia ser melhor, felizmente não há nenhum obstáculo perto do campo. Não sei se os jogadores acham que há algum constrangimento, mas quem deu todas as dimensões foi a FIFA”.

O vereador aponta que se há alguma sugestão está disponível   para ver e analisar o que poderá  fazer. “Acho que o piso de alcatrão poderia ser todo relvado. Mas a nossa intenção era e é de fazer uma pista de atletismo de tartã em vez de outro tipo de material, em boas condições nessa parte, mas ainda não conseguimos. Mas se for para fazer alguma vez intervenção terá de ser sempre em concertação com a Federação Cabo-verdiana de Futebol através de algumas ideias e, mais tarde ser feito alguma coisa a respeito”.

“Já vi jogadores, em alguns lances , irem a «alta velocidade» e a sofrerem quedas aparatosas, mas muitas vezes é uma questão de ter cuidado e, na minha opinião não sei se é tão perto assim, mas se os jogadores acham que é”. Vinca Anildo de Jesus.

Sobre a questão dos espaços para o aquecimento, “já temos em vista uma solução para este problema, mas ainda não conseguimos também. A solução passa por utilizar-mos os restos dos tapetes anteriores que retiramos do campo e, nalguns sítios nos cantos do Estádio, colocá-los de maneira a proporcionar aos atletas uma boa preparação antes dos jogos”.

Frisa que a nível do Nacional de futebol onde acontece um só jogo (sábado e domingo) não existe este problema mas a nível do regional onde há três jogos num só dia já existe este constrangimento. “Queremos arranjar uma solução para amainar e reduzir este problema porque sabemos que não é agradável fazer o aquecimento no alcatrão e, muitas vezes não tem sapatilhas e vão com botas e é mais complicado e, também tem os guarda-redes que não podem efectuar bem os seus exercícios. Mas queremos analisar e fazer bem as coisas.” Realça 

Mas o Vereador diz que ainda não chegou até ele  nenhum documento escrito sobre as exigências sobre o que é preciso ser feito, para poderem começar a resolvê-los. “Estamos resolvendo apenas os normais, ou seja, aqueles ao nosso alcance”. Concluiu Anildo de Jesus.

Foto: sapo.cv

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.