Santo Antão: Professor pede apoio para atletas da Zona de Lagoa

17/01/2017 08:16 - Modificado em 17/01/2017 08:16

O caso insólito aconteceu na passada sexta-feira, 13, na cidade da Ribeira Grande onde 7 dos 12 atletas que viajaram da zona de Lagoa participaram descalços na Corrida da Liberdade. Corrida esta enquadrada nas festas do Município da Ribeira Grande, onde participaram cerca de 40 atletas de várias localidades, tendo as atletas de Lagoa acabado por conquistar vários títulos.

Eliseu Fortes, de 31 anos, é professor destas jovens atletas na escola do EBI de Lagoa, Pólo número 4, do Concelho da RG, onde lecciona desde o passado ano lectivo. Também ele é atleta há já doze anos e conseguiu inspirar e levar estes alunos a conseguirem a proeza de vencerem algumas medalhas nos jogos escolares do ano passado, prova realizada na Escola Secundária do Coculi.

Em entrevista ao NN, o professor e treinador faz um balanço super positivo, até ao momento, sobre o desempenho destes jovens atletas dado os obstáculos que enfrentam e, como diz, “tendo em conta as condições perfeitas a nível climático para se tornarem em grandes atletas, as condições socioeconómicas e geográficas são bastantes desfavoráveis, dada a humildade das famílias em termos financeiros para que possam ter materiais adequados para a prática da modalidade”.

“Também devido à distância entre a habitação e o local de treino, só podem treinar uns 30 minutos duas ou três vezes por semana. Acontece sempre depois das aulas porque quase todos ajudam os pais em casa antes e depois das aulas”, realça o professor.

Segundo Eliseu Fortes, já há um trabalho iniciado que poderá trazer grandes frutos no futuro se houver apoios necessários e engajamento de todos porque “nessa faixa etária os resultados aparecem com algum tempo de trabalho”.

Devido ao esforço destes atletas aponta que “alguns destes alunos-atletas já podem ser levados para participarem nos regionais de atletismo, mesmo que seja para começarem a ter os primeiros contactos com a modalidade de uma forma genérica”. Eliseu destaca ainda o empenho e dedicação que tem sido louvável e total por parte dos atletas.

A ideia surgiu juntamente com outro atleta (Juary Nobre). Como descreve Eliseu, o projecto já tinha sido implementado antes noutras paragens. “Já tínhamos iniciado um projecto igual na Cidade da Ribeira Grande e transferimos a mesma ideia para a zona de Lagoa. Eles têm vontade e ficou mais fácil por causa da participação dos alunos nos treinos, com vista à participação nos jogos escolares do EBI”.

Eliseu apela a todas as instituições e entidades ligadas às modalidades para que possam, de alguma forma, ajudar no fomento do atletismo de base em Santo Antão, e em particular em LAGOA, tanto em termos de materiais (sapatilhas e equipamentos), como também em formações para treinadores para melhor formarem atletas. “Porque não apoiar no «kits atletics» equipamentos que melhor servem para formar jovens campeões desde a tenra idade”. Deixa a observação.

Este foi o ranking que as atletas da zona alcançaram: Melanie Nascimento de 12 anos venceu a corrida de 70 metros e, no terceiro lugar da mesma etapa ficou Maira Fernandes de 11 anos. Keila Delgado, 12 anos, venceu a categoria de 1500 metros e, Letícia 11 anos ficou pelo segundo lugar. Carina Rodrigues de 8 anos venceu a categoria de sub-9, 1500 metros.

“Para o futuro, as expectativas são grandes e num espaço de 2/3 anos teremos atletas, sobretudo, femininas a correr nas modalidades de 100/200, 800 e 3000 metros no Nacional de pista”, conclui Eliseu Fortes.

  1. Maria Teresa da Cruz

    Força a ti Eliseu e as meninas atletas de Lagoa. Excelente trabalho.
    Abraços

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.