Carnaval de São Vicente 2017: O ano das disputas e das desforras

11/01/2017 07:34 - Modificado em 11/01/2017 07:34

Os mindelenses ainda nem se refizeram dos desgastes das festas de fim de ano e as festas do Rei Momo já estão à porta. O Carnaval 2017, que este ano é a 28 de Fevereiro, último dia do mês, já começou as agitar os grupos de São Vicente há muito tempo.

Apesar das dificuldades de que os responsáveis dos grupos se queixam todos os anos, parece que este ano não será bem assim, já que o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas resolveu abrir a carteira para financiar o Carnaval mindelense.

O Ministério tutelado por Abraão Vicente disponibiliza cerca de 7200 contos para o Carnaval 2017, para os grupos da ilha de São Nicolau, três, e de São Vicente, cinco – Monte Sossego, Escola de Samba, Cruzeiros do Norte, Flores do Mindelo e Vindos do Oriente. Cada grupo terá um montante de mil contos, dividido em duas tranches, com a primeira tranche entregue aos grupos há mais de um mês.

A autarquia também deverá disponibilizar por estes dias, a metade de outro milhão de escudos com que regularmente brinda os grupos.

Todos os grupos já iniciaram os seus preparativos para saírem no dia 28 pelas principais artérias do Mindelo na disputa dos títulos e prémios, enchendo as ruas do Mindelo com muita imaginação, cor, magia e folia carnavalesca.

Como aconteceu no ano passado, são cinco os grupos que irão desfilar pelas ruas da cidade do Mindelo.

Monte Sossego – Campeão em título

O grupo do maior bairro da cidade do Mindelo, após ter recuperado no ano passado o título de campeão que tinha sido conquistado pelo grupo Vindos do Oriente em 2015, os Índios, como é conhecido, quer voltar para arrasar com tudo e com todos, como fez no ano passado, com um desfile de prender o fôlego e cheio de aplausos.

Com o tema na “Rota do Emigrante”, uma homenagem aos nossos emigrantes, “a história dos que tiveram de partir, seus porquês e suas fases, sem contar com a dor dos que ficaram e a nossa eterna saudade”, conforme sinopse, querem voltar a tomar de assalto a cidade do Mindelo, contando uma história e revalidando o título

Vindos do Oriente – Inovação na disputa do título

Os campeões de 2015 que regressaram ao Carnaval em 2014 após uma paragem de uma década, querem voltar a levantar o troféu máximo do Carnaval do Mindelo. Depois de uma disputa renhida com Monte Sossego e que acabou no segundo lugar no ano passado, os orientais querem, com a sua imaginação e criatividade, levantar o troféu pela segunda vez, depois do seu regresso em 2014.

Cruzeiros do Norte – A investida para recuperar o título que teve por três anos consecutivos

O Cruzeiros do Norte, grupo tricampeão do Carnaval mindelense, quer recuperar este ano o título perdido em 2014 a favor do grupo Monte Sossego.

O Presidente do Cruzeiros do Norte, Jaílson Juff, em declarações à Inforpress, disse que quer trazer o grupo de volta às vitórias no Entrudo mindelense a 28 de Fevereiro.

Flores do Mindelo – Boa vontade e determinação

Flores do Mindelo também tricampeão do Carnaval mindelense, conquistou o título em 2010, tendo em 2011 sido barrado pelo Cruzeiros do Norte, no ano da caminhada para o “tetra”.

Há muito tempo que o grupo se vem debatendo com problemas financeiros que colocam em causa a sua participação nos desfiles de Carnaval, problemas para dar continuidade ao desejo de contribuir por um Carnaval com mais brilho e graça. Parece que este ano, com o socorro do Ministério da Cultura e também com a ajuda da Câmara Municipal, estes não colocam a hipótese de não participarem no Carnaval 2017.

Samba Tropical – Não pode faltar a animação nocturna para desvendar os mistérios do número 7

A Escola de Samba Tropical, para o enredo do Carnaval 2017, aposta na “Magia do número SE7E!”

O enredo pretende desvendar os mistérios que existem à volta do número sete. “Vamos desfilar num dia 27, do ano 2017 e a sete semanas antes da Páscoa. Perante tantas coincidências, fizemos uma pesquisa e descobrimos inúmeros mistérios e segredos que envolvem o número sete. Então decidimos apostar neste tema para o nosso enredo”, declarou o Presidente do grupo, David Leite, numa entrevista ao carnaval.sapo.cv. 

Assim, a Escola de Samba Tropical vai trabalhar todo o desfile à volta deste número tido como o número da perfeição.

  1. Pois é o número 7 tem muitos segredos, por exemplo o dia (7) do meu nascimento.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.