São Vicente: As reacções das donas de casa sobre a proibição de utilizar sacos de plástico

4/01/2017 06:33 - Modificado em 4/01/2017 06:33

Entrou em vigor, no início do ano , o diploma que proíbe a produção, a importação e a comercialização de plástico convencional para embalagem. A referida lei abrange todos os sacos de plástico para embalagem de mercadorias que não sejam reutilizáveis fornecidos tanto no comércio a grosso como a retalho.

O uso dos sacos de plástico, por um lado poderá ser útil mas por outro lado, é extremamente negativo para o nosso ecossistema, uma vez que muitas pessoas laçam diariamente para o nosso ecossistema sacos de plástico contendo lixo, causando a poluição terrestre e marinha, provocando, desta forma, a morte de aves e da fauna marinha, como aponta a proposta governamental.

Este jornal saiu às ruas para ouvir a opinião de algumas donas de casa que se mostraram satisfeitas com esta iniciativa do Governo uma vez que, para elas, com a introdução da nova lei, o nosso ecossistema estará protegido contra a poluição produzida pelos sacos de plástico.

De acordo com Carmelinda do Rosário, esta nova iniciativa do Governo demonstra a preocupação perante o nosso ecossistema, visto que os sacos de plástico não são biodegradáveis e, sendo assim, levam anos para desaparecerem na natureza.

“É uma boa iniciativa do Governo, pois a nossa natureza agradece”, disse Ana Pimentel.

Por outro lado, Aleida Soares Silva disse que é uma boa iniciativa pois acredita que com a introdução desta nova lei haverá menos poluição nas ruas. No entanto, apela para a colaboração de todos os comerciantes.

“É uma boa iniciativa do Governo e, na minha opinião, contribuirão assim para menos poluição nas ruas. No entanto, sei que há pessoas com ‘cabeça dura’ que vão continuar a utilizar os sacos de plástico, mas apelo para a colaboração de todos os comerciantes”, afirma Aleida Silva.  

  1. Mario silva

    Desculpem lá a expressão, mas que m***a de portugês é esse “…O uso de sacos de plástico, por um lado poderá ser útil mas por outro lado…”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.