Governo de Cabo Verde promete novas tecnologias nos aeroportos de São Vicente e Boavista

30/12/2016 08:36 - Modificado em 30/12/2016 08:36

José Gonçalves acredita que com a implementação desta nova tecnologia, os aeroportos de São Vicente e da Boavista terão diversas carências resolvidas e serão capazes de dar respostas às situações que surgirem.

Depois da ASA ter afirmado que só irá colocar o ILS – instrumento de apoio à navegação aérea, nos aeroporto de São Vicente e Boavista quando o mercado der mostras de evolução de forma a ter o retorno do investimento, o Governo de Cabo Verde na voz do  Ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, que também tutela o turismo, diz que os aeroportos da ilha do Sal e da cidade da Praia, neste momento, não carecem de equipamentos e que o problema se coloca mais nos casos da ilha de São Vicente e da Boavista uma vez que por estes dias, vários passageiros ficaram retidos na ilha da Boavista e os voos com destino à ilha do Monte Cara foram cancelados devido à “bruma seca” que tem assolado o território nacional.

José Gonçalves avança, no entanto, que, neste momento, a optar entre duas soluções tecnológicas “optamos por uma que está mais ligada ao sistema de ligação por satélites, que é uma nova tecnologia”, isto porque, conforme explica, os aeroportos não optam pela tecnologia anterior que por “sinal” é a mais cara.

Garante que a solução, neste momento, está numa fase de simulação que passa por vários períodos e depois existe uma fase de voos experimentais para testar o equipamento por via satélite.

O governante acrescenta ainda que estão em comunicação com o Conselho de Administração da ASA e em concertação com a empresa que gere os aeroportos e aeródromos de Cabo Verde. Esta será uma solução para o primeiro trimestre de 2017.

  1. Gisela

    Muito Bem!!! É que é mesmo isso, tem que haver equipamento para haver mercado. Sem equipamento o pouco mercado que existe deixa de existir.

  2. Augusto Galina

    O Minitro diz e um técnico manifesta descontentamento. Quem perde é Cabo Verde vergonhosamente administrado por amadores e bairristas malcriados.
    Até quando?

  3. Sever

    Esse, é um fanfarrão.

  4. José lopes

    Boa Iniciativa. Isto é trabalho.
    Agora gostaríamos de saber quando é que vão dotar o Serviço de Fronteiras no Aeroporto Cesária Évora de mais equipamentos para concessão de visto de entrada no pais porque que por vezes os Turistas ficam na fila durante 3 e 4 horas a espera por um visto de entrada, porque o Serviço Emigração dispõe de um só e único equipamento para esse fim.
    O Turismo agradece

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.