Movimento Jovens pela Paz reflecte: “Por uma cultura da não-violência – Uma emergência Nacional”

27/12/2016 08:37 - Modificado em 27/12/2016 08:37
| Comentários fechados em Movimento Jovens pela Paz reflecte: “Por uma cultura da não-violência – Uma emergência Nacional”

“Por uma cultura da não-violência – Uma emergência Nacional”, foi tema de reflexão do Movimento Jovens pela Paz com o fito de desafiar a cidade da Praia a reflectir sobre as atitudes e comportamentos que enformam a cultura da não-violência nas mais variadas situações da convivência humana.

 

A educação para a não-violência no ambiente familiar – Responsabilidades e desafios, a educação para a não-violência nos estabelecimentos de ensino – Que caminhos? A educação informal para a não-violência – A experiência escutista, são os blocos a serem desenvolvidos pelos participantes, com a ajuda de diferentes oradores.

A reflexão sobre o tema “Por uma cultura da não-violência – Uma emergência Nacional” tem por objectivo desafiar a cidade da Praia a reflectir sobre as atitudes e comportamentos que enformam a cultura da não-violência nas mais variadas situações da convivência humana.

Jovens pela Paz – JxP, é um movimento constituído por 35 jovens conscientes que amam e promovem a paz. São jovens que frequentaram a escola da paz e ou são amigos e que estando em idade jovem sentiram também o dever de colaborar na promoção da cultura da vida e da paz, tão necessárias à nossa sociedade.

O movimento nasceu no seio da comunidade de Santo Egídio que é um movimento internacional muito conhecido na promoção da paz e mediação de conflitos e cultura de encontros e fraternidade.

O evento aconteceu esta segunda-feira, dia 26 de Dezembro, no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.