São Vicente: A Ceia de Natal não é a mesma para todas as famílias

22/12/2016 08:29 - Modificado em 22/12/2016 08:29

Natal é o nome da festa religiosa cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo, a figura central do cristianismo. Conforme a tradição, no dia de Natal, 25 de Dezembro, várias famílias reúnem-se para celebrar esta dada que para os cristãos é uma das festas religiosas mais importantes por se tratar do nascimento de Jesus Cristo.

Embora muitas pessoas se reúnam para a Ceia de Natal em família, tanto em Cabo Verde como noutros Países, a forma como cada um celebra o Natal é diferente.

Mas , existem famílias aqui em São Vicente, que não conseguem realizar uma Ceia de Natal, porque as suas condições financeiras não lhes permitem.

Como é o caso do Sr. Manuel António Almeida, 84 anos de idade, que vive sozinho e há anos que não sabe o que é celebrar o Natal em família. Entretanto, ele pede a Deus que neste Natal traga muita felicidade e paz para todos.

“Espero que o Natal seja feliz para todos nós. Eu moro sozinho e não faço Ceia de Natal porque não tenho condições para o fazer”. Acrescenta ainda que “desejo um Feliz Natal a todos e espero que Deus me ilumine sempre e traga paz para todos nós”.

No entanto, há famílias que realizam uma grande Ceia de Natal para reunir a família neste dia, acreditando trazer mais paz e amor no seio familiar.

De acordo com Neusa Ramos da Luz, o Natal sempre foi uma festa de festejo na sua família porque desde pequena os seus pais se preocupavam com a Ceia de Natal.

“O Natal sempre foi uma festa de festejo na nossa família. Lembro-me, desde pequena, da preocupação dos meus pais em relação à Ceia de Natal que sempre foi constante na nossa família. A minha família sempre considerou o Natal como uma festa muito importante”, disse. Neusa Ramos da Luz, Estética, afirma que a Ceia de Natal antigamente baseava-se em comidas tradicionais tais como: mariscos, bacalhau, peru, entre outros, mas que agora há uma diversidade de comidas que são colocadas na mesa do Natal.

“A minha Ceia de Natal continua a ser feita no seio familiar. Todos os anos reunimo-nos irmãos, mãe, etc. A Ceia de Natal baseia-se em aperitivos de entrada e pratos principais. Os nossos pratos principais são: bacalhau, grão-de-bico com atum, peru, arroz de marisco, entre outros e os aperitivos de entrada são: pastéis, rissóis, croquetes, etc.”.

Maria Barbosa, 18 anos, disse que em sua casa celebram o Natal de uma forma simples e que o objectivo é unir a família para que possam passar esse dia em harmonia.

“Na nossa Ceia de Natal, juntamos a nossa família, irmã, pai, padrasto, mãe e fazemos uma Ceia de Natal normal, com o objectivo de unir a nossa família. A minha mãe faz alguns pratos, recebemos prendas e todo os anos fazemos as mesmas coisas mas, para mim, o mais importante é estar com saúde e sentir-me feliz”, frisa.

  1. Augusto Galina

    Desgraçadamente não é so na nossa ilha de S.Vicente. Em SETE outras ilhas sucede o mesmo drama.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.