Acontecimentos que marcaram 2016: Homicídios, os números do terror

21/12/2016 07:26 - Modificado em 21/12/2016 07:26
| Comentários fechados em Acontecimentos que marcaram 2016: Homicídios, os números do terror

2016 foi marcado por vários crimes que abalaram o país. Violação sexual contra crianças, violência baseada no género, tráfico de droga, homicídios violentos foram os crimes mais cometidos a nível do país. Várias famílias perderam os próprios entes queridos, muitos de forma inocente. O nível da criminalidade e a consequente insegurança fez com que o Governo adoptasse medidas de combate.

Cabo Verde registou um aumento significativo de homicídios em 2016. A criminalidade e a insegurança tomaram conta das ruas sobretudo nas ilhas de Santiago, São Vicente e Santo Antão que registaram o maior número de crimes de homicídios.

Os dados oficiais da Polícia Nacional são preocupantes o que levou o Governo a anunciar uma série de medidas. Segundo os dados oficiais da Polícia Nacional, no primeiro semestre de 2016 foram registados em Cabo Verde 36 homicídios comparativamente com os 18 registados no período homólogo de 2015.

Os registos do primeiro semestre divulgado no mês de Outubro de 2016 dão conta que a ilha de Santiago registou 29 homicídios. Desse número, quinze aconteceram na capital e catorze em São Domingos, sendo onze referentes ao assassínio dos oito militares e três civis na base militar de Monte Tchota no mês de Abril e três em Santa Catarina.

A ilha de São Vicente registou três homicídios e Santo Antão um. Contudo, os números continuam a aumentar um pouco por todas as ilhas. A divulgação do relatório anual do Ministério Público sobre o estado da Justiça em Cabo Verde veio alertar a população para o aumento da criminalidade no país e levou o Governo a anunciar uma série de medidas.

De acordo com o relatório do estado da Justiça em Cabo Verde, de 01 de Agosto de 2015 e 31 de Julho de 2016, foram registados 120 homicídios no país. A cidade da Praia ocupa o topo registando um aumento de cerca de 9% no primeiro semestre, seguido da ilha de São Vicente.

A nível do Comando da Praia, cidade da capital, registou-se um aumento à volta dos nove por cento, enquanto que a nível nacional, atingiu-se um aumento de cerca de um por cento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.