São Vicente recebe festival internacional com Mó Kalamity

16/12/2016 08:54 - Modificado em 16/12/2016 08:54
| Comentários fechados em São Vicente recebe festival internacional com Mó Kalamity

img_20161215_111301São Vicente recebe, este sábado, a primeira edição do Soncent Internacional Festival. O evento está a ser realizado em parceria com o Staff Promo e duas agências internacionais, Reguebus e Back In The Dayz. Como explica Nuno Sérgio, da Staff Promo, quando alguns dos membros das agências estavam de férias em São Vicente, aproveitaram para trabalhar na ideia do festival.

“Escolhemos alguns artistas e resolvemos trazer Mó Kalamity. Muitas pessoas gostam dela, é uma referência de origem cabo-verdiana”, como explica. Esta primeira edição tem um sabor de reggae mas a ideia é realizar o evento duas vezes por ano, um espectáculo em Dezembro e outro em Junho. “Não é festival de reggae, é Soncent Internacional Festival e como o público gosta muito de reggae, resolvemos trazer o reggae. Mas, depois pode ser aberto a outros estilos, misturando outros estilos: mas é um festival aberto”.

Dois espectáculos do tipo, segundo Nuno Sérgio, são sustentáveis. “Claro que contamos com patrocinadores, contamos com o público que é super importante. E é necessário termos mais eventos em alturas em que não temos muito, não em Dezembro que é festivo, mas em Junho já não há muita coisa. Precisamos preencher o nosso calendário com mais actividades, dando espaço para as pessoas programarem a sua agenda.

 

Mó Kalamity

Mó Kalamity é a referência desta edição do festival. São Vicente é local onde vai terminar o tour mundial, que está a fazer juntamente com a sua banda, The Wizards. Para o espectáculo, vai trazer as músicas do seu mais recente álbum, Freedom of the Soul. As suas raízes cabo-verdianas não foram esquecidas no álbum com o tema que canta em crioulo: “cima vento”.  

“É um sentimento de grande alegria, graças a Deus que estamos”, como sublinha, relembrado a primeira vez em que esteve na ilha onde o “sentimento é muito forte”. Sendo de origem cabo-verdiana, aumenta a responsabilidade e, por isso, espera um grande espectáculo, para um público que conhece o seu trabalho e que gosta de “curtir” o estilo reggae.

“O reggae é um estilo muito aberto com muitas bandas a surgir e tem uma mensagem de paz e amor”, afirma Mó Kalamity. E não se esquece também dos vários artista de reggae que vão surgindo no país.

O espectáculo vai ainda contar com a presença do cantor jamaicano, Omar Perry, e ainda do Reguebus Sound Systeme, “que está a fazer muito sucesso em São Vicente e resolvemos dar continuidade”, sublinha Nuno. “Temos um alinhamento bom e as pessoas vão gostar e muitos estão à espera de ouvir a Mó Kalamity a cantar em crioulo”.

O evento realiza-se no próximo sábado, 17, no espaço da FIC. “A procura está a ser boa, o reggae já tem o seu público, há pessoas que já estão à espera de espectáculos fora de festivais abertos ao público”. Espera a presença de cerca de mil e quinhentas pessoas.

Nuno conclui avançando acerca dos boatos da presença da Mó Kalamity na Rua de Lisboa no fim do ano; diz que esses boatos são falsos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.