Praia: Vala junto à Biblioteca Nacional transformou-se em rio de esgoto

8/12/2016 08:50 - Modificado em 8/12/2016 08:50

20161207_100749_resizedUma grande vala situada na Avenida principal da Várzea, na cidade da Praia, frente ao prédio das Forças Armadas e que se desenvolve ainda até depois da Biblioteca Nacional, forma um enorme rio de água de esgoto. Dentro dessa vala existe um enorme buraco onde ocorre o vazamento da água de esgoto com forte intensidade. O problema, segundo os entrevistados, existe há vários anos mas até agora nenhuma medida foi capaz de resolver a situação.

A falta de saneamento tem sido uma preocupação constante no dia-a-dia da população praiense. São cada vez mais frequentes as reclamações quanto ao mau cheiro exalado. O caso que até agora parece o mais caricato é o da vala na avenida Principal da Várzea.

A situação desta vala é realmente preocupante. Um tubo com cerca de 30 centímetros de diâmetro arrebentou provocando um vazamento de esgoto com forte intensidade. A água percorre boa parte da avenida e chega até à Biblioteca Nacional.

20161207_101020_resizedO cenário desta vala é no mínimo nojento, para além do forte odor causado pela grande quantidade de esgoto vazado. A situação carece realmente de um projecto macro. De acordo com Elísio da Rosa, o problema remonta há vários anos, no entanto, para além de várias alertas nunca foi encontrada uma solução viável para a resolução do vazamento”.

“É insuportável e prejudicial para a saúde de quem frequenta o local. Não é possível caminhar pelo local sem colocar as mãos no nariz e ninguém se atreve ou tem coragem de olhar para o cenário que podemos chamar de nojento”, argumenta Euclides Barbosa.

  1. Poirrot

    A foz do rio de esgoto é a Gamboa onde diariamente muitas pessoas se banhem.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.