LGBT são mais discriminados na escola e no trabalho

8/12/2016 08:38 - Modificado em 8/12/2016 08:38
| Comentários fechados em LGBT são mais discriminados na escola e no trabalho

gayApesar do nosso país ter um quadro legal “compreensivo” em relação à comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), esta é mais descriminada nos meios escolares e profissionais. A conclusão é da coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas, Ulrika Richardson-Golinski ao fazer o balanço do primeiro ano da Campanha Livres e Iguais em Cabo Verde. “É, sobretudo, discriminação no meio escolar e profissional, mas também nas instituições da saúde, isto porque muitas dessas discriminações acontecem porque as pessoas não têm conhecimento de que é uma violação dos direitos humanos, apesar de já haver um certo nível de consciência sobre essa questão”.

No entender de Ulrika Richardson, agora é o momento de procurar soluções para se poder ter uma sociedade “menos discriminatória” em relação às pessoas LGBT, mas também outros tipos de discriminação dos direitos humanos, nomeadamente, contra mulheres e outros grupos da sociedade.

“Globalmente, a protecção dos direitos humanos é sólida em Cabo Verde através da Constituição e do quadro legal, mas precisamos saber um pouco mais em detalhe, quais são os pontos na legislação que se podem reforçar para eliminar esse nível de discriminação contra LGBT”, salientou.

Fonte: inforpress

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.