Promoção de Natal: Uma oportunidade para as famílias com menos poder económico

7/12/2016 07:30 - Modificado em 7/12/2016 07:30

promocaoAproxima-se a época festiva e os produtos que sobraram do stock ou que não tiveram saída durante o ano são vendidos a preços mais baixos. Em diferentes lojas da cidade da Praia encontramos cartazes convidando os clientes a aderirem às baixas de preço. Dentro das lojas, várias pessoas quiseram aproveitar as promoções. Para quem tem um espírito empreendedor, essa prática representa uma oportunidade de fazer render algum dinheiro adquirindo grandes quantidades de produtos para serem revendidos. As baixas de preços são para muitas famílias, o momento de poder obter produtos a preços mais acessíveis para os próprios bolsos.

 

O reflexo económico é bastante visível, sobretudo, na época festiva onde cada um faz o seu Natal conforme as próprias possibilidades. As promoções de Natal são, muitas vezes, a única opção para famílias de baixo rendimento. Contudo, nem todos conseguem aderir às baixas de preços devido à falta de recursos.

As baixas de preços caem muito bem a muitas famílias, pois revelam-se numa oportunidade de adquirir algum produto que de outra forma não conseguiriam. Na loja Kim Negócio, muitas clientes aderiram à baixa de preços. A bicha para o pagamento era longa.

Abordada pelo NN, Joana Mendonça que reside em Vila Nova e é vendedeira ambulante disse que teve conhecimento das promoções e “vim logo a correr”. A mulher chefe de família viu nas promoções uma oportunidade para fazer render o seu orçamento.

“Sou mãe e pai dos meus quatro filhos. Sacrifico-me para poder levar a panela ao lume para que não lhes falte o pão de cada dia. Por isso, comprei alguns talheres, loiças e outros produtos para revender a um valor um pouco acima daquilo que comprei”.

Marcelina Gomes afirma que o seu sonho era comprar um fogão eléctrico e com a baixa de preços conseguiu realizar o sonho. Mais adiante, numa loja chinesa, encontrámos Arlinda Silva, empregada doméstica que não quis perder a oportunidade de aderir às promoções.

A entrevistada diz que aproveitou a promoção para comprar brinquedos para os seus sobrinhos. “São muitos, as economias estão fracas, pelo que aproveitei a baixa de preço para adquirir alguns produtos para oferecer nesta época festiva”.

Na caixa da loja abordámos Ivete, responsável pelo estabelecimento. A mesma diz que as promoções são constantes, pois com a entrada de novos produtos é necessário dar saída aos que não foram vendidos, por isso, aproveitam para vendê-los a um preço mais baixo de modo que a empresa não fique com desperdício ou com perdas.

O cenário de vendas baixas influencia, por isso, as lojas optam pelas promoções a fim de atrair a clientela e vender mais. “Temos no armazém uma grande variedade de produtos que foram importados para serem vendidos nesta época festiva, por isso, tem-se de viabilizar as vendas colocando os produtos a um preço acessível. O cliente gosta de promoção, acredito que isso possa trazer um bom retorno”, adianta.

  1. Óptimo quem tem espírito de negócio, há muitas oportunidades nesta quadra festiva. Portanto as promoções são bem vindas. Acho que S.Vicente devia avançar com uma feira de produtos usados todos os anos e no mês de Dezembro, assim incentivavam mais as pessoas e oportunidades para fazer o seu negócio pessoal.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.