Departamento de Defesa norte-americano anuncia transferência de mais um preso de Guantánamo para Cabo Verde

5/12/2016 08:29 - Modificado em 5/12/2016 08:29
| Comentários fechados em Departamento de Defesa norte-americano anuncia transferência de mais um preso de Guantánamo para Cabo Verde

GuantanamoO iemenita Shawqi Awad Balzuhair foi transferido da prisão de Guantánamo, em Cuba, para Cabo Verde, anunciou no  domingo o Departamento de Defesa norte-americano num comunicado, de acordo  como o jornal  Observador.pt  com base num despacho da LUSA. Recorde- se que em 2010 o nosso pais recebeu outro preso de Guantano que viveu durante muito tempo em Sao Vicente. O referido jornal  cita um comunicado do  Pentágono onde “Os Estados Unidos agradecem ao Governo de Cabo Verde o seu gesto humanitário e a sua vontade de apoiar os esforços dos EUA para fechar o centro de detenção de Guantánamo”, refere o comunicado do Pentágono.

Adianta que “os Estados Unidos coordenaram com o Governo de Cabo Verde para assegurar que esta transferência ocorria de acordo com as medidas de segurança e o tratamento apropriados”. 

Segundo a edição online da revista Jeune Afique ,com sede em Paris, 53 dos 59 antigos detidos na prisão norte-americana em Cuba são originários do continente africano, tendo, na sua maioria, sido transferidos para o país de origem.

Apenas quatro Estados aceitaram receber prisioneiros de outras nacionalidades – o Senegal aceitou dois líbios a 3 de abril, o Gana dois iemenitas em janeiro último, Marrocos um líbio (transferido em 2004 e que morreu em 2009) e Cabo Verde um sírio, em julho de 2010.

Por países, a Argélia é o país que mais prisioneiros de Guantanamo, com 17, seguindo-se Marrocos (13), Sudão (doze), Somália (três), Tunísia, Gana Líbia e Mauritânia (todos com dois) e Uganda, Cabo Verde, Egito e Chade (todos com um).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.