Identificação das vítimas de desastre em Medellin será feita por impressões digitais

30/11/2016 08:53 - Modificado em 30/11/2016 08:53
| Comentários fechados em Identificação das vítimas de desastre em Medellin será feita por impressões digitais

acidenteaviaochapecoense3Devido ao estado em que os corpos foram encontrados no local da queda do avião da Lamia que transportava a equipa do Chapecoense, em Medellin, a identificação legal será será feita por impressões digitais, segundo o Instituto Nacional de Medicina Legal da Colômbia.

De acordo com o diretor geral do instituto, Carlos Eduardo Valdés Moreno, as autoridades vão esperar pela chegada de um avião do Brasil com profissionais para apoiar o trabalho e poder-se começar a proceder à trasladação dos corpos.

A Unidade Nacional para a Gestão de Risco de Desastres atualizou ontem o número de vítimas mortais para 71, referindo que houve seis sobreviventes. Viajavam para a Colômbia, onde o Chapecoense ia disputar a primeira-mão da final da Copa Sul-americana, eram 77 passageiros – entre jogadores, staff técnico, jornalistas e tripulantes – e não 81, como inicialmente aparecia nos registos.

 

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.