Green Studio não vai transmitir jogos do regional de futebol de que São Vicente

30/11/2016 08:45 - Modificado em 30/11/2016 08:45

15240304_928692690564773_392842935_nVictor Hugo Fortes, Director da Green Studio depois de atingir mais um objectivo traçado pela empresa de comunicação que foi transmitir os jogos do campeonato regional pela primeira vez a partir da Ilha do Fogo no passado fim-de-semana, mostra-se confiante e aliciado com o feito conseguido.

 

Em entrevista ao NN, o Director da empresa alega que depois de um ano transmitindo na Praia e, um ano depois de chegar à Ilha do Fogo, “é o primeiro passo para o nosso objectivo que é abranger todas as ilhas com vinte e quatro horas de emissão: é a nossa missão”.

Victor Hugo Fortes aponta que depois de Santiago, São Vicente era a segunda ilha que iria receber a Green Sports mas diz que o Fogo ofereceu melhores condições de arranque, isto é, em São Vicente não houve ainda grandes contactos com empresas que queriam fazer parcerias ou comunicar no canal. Segundo Fortes, a Green Sports procura investir em jovens quadros locais mas não havendo parcerias não há condições de manter uma equipa, pagar salários e investir em materiais.

Fortes diz que os principais obstáculos encontrados pela empresa têm sido de carácter financeiro, porque não há aposta na compra de espaços publicitários, não há subsídios, nem apoios, pelo que a empresa tem tido uma luta constante pela sobrevivência. Alude ainda que a empresa tem superado as dificuldades graças ao investimento privado da empresa Green Estúdio, parcerias e troca de serviços, garantindo que apesar da troca de serviços não pagam salários, ou seja, dá para ter o serviço mas não há dinheiro para salários.

Para Fortes, a implementação da empresa aqui em São Vicente só poderá tornar-se numa realidade quando houver material, parceria da Câmara e patrocínios de empresas locais e diz que no Fogo, na primeira fase, a Câmara ajudou com espaços e finanças. Vinca ainda que haverá muitos ganhos para a Ilha e para o futebol em concreto se o projecto for apoiado, porque trará mais visibilidade para a Ilha e ajudará as empresas e patrocinadores porque podem investir mais devido à visibilidade dada pela empresa.

  1. Carlos Silva - Ralão

    Com uma grande oportunidade para S. Vicente divulgar o seu desporto regional, continuamos a dormir mais uma vez, e depois não venham culpar a Praia ou Santiago. Continuo estupefacto com esta situação de S. Vicente é por isso que cada dia que passa perdemos as nossas melhores cabeças para outras ilhas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.