UNTC-CS: Candidato derrotado anuncia intenção de impugnar eleições

29/11/2016 08:14 - Modificado em 29/11/2016 08:14
| Comentários fechados em UNTC-CS: Candidato derrotado anuncia intenção de impugnar eleições

untccsO candidato derrotado nas eleições para Secretário-geral da União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde (UNT-CS) anunciou hoje que vai impugnar judicialmente o resultado eleitoral que colocou pela primeira vez uma mulher a liderar a central sindical.

 

Em declarações à Rádio Morabeza, Aníbal Borges, que lidera o Sindicato das Instituições Financeiras (STIF), confirmou a sua intenção de avançar com a impugnação das eleições realizadas no fim-de-semana, considerando que durante a preparação do VII Congresso da UNTC-CS ocorreram “um conjunto de irregularidades”.

Durante o congresso que terminou no sábado, foi eleita como Secretária-Geral da maior central sindical do país Joaquina Almeida, jurista e até agora Vice-Presidente da UNT-CS.

“No decorrer do congresso, constatámos factos que indiciam irregularidades, designadamente compra de votos e substituição de delegados, não respeitando a ordem de procedência das eleições nos respectivos sindicatos”, disse Aníbal Borges.

O candidato, que conquistou 52 dos 125 votos possíveis, adiantou que apresentou várias impugnações às alegadas irregularidades que, segundo disse, foram consideradas improcedentes pela Comissão Eleitoral e pelo Conselho de Recurso Eleitoral.

“Por uma razão simples, porque o Presidente da Comissão Eleitoral é o cabeça de lista da candidata adversária e o Presidente do Conselho de Recurso Eleitoral também é um destacado apoiante da candidatura adversária”, disse.

Aníbal Borges sustenta ainda que o congresso não foi convocado com a antecedência prevista nos estatutos e que os delegados não receberam qualquer convocatória formal.

O pedido de impugnação judicial das eleições terá de ser entregue até ao final do dia de hoje.

Joaquina Almeida, a primeira mulher eleita para liderar uma central sindical em Cabo Verde, conquistou o voto de 73 dos 125 votos dos delegados no congresso.

A lista encabeçada por Joaquina Almeida ganhou também a votação para a Assembleia-Geral, o Conselho de Disciplina e o Conselho Fiscal da central sindical.

Joaquina Almeida contava com o apoio do Secretário-Geral cessante Júlio Ascensão Silva que deixa a liderança da organização após mais de três décadas.

LUSA

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.