Porto Novo: Presidente da Câmara considera abastecimento de água “bastante crítico”

25/11/2016 08:41 - Modificado em 25/11/2016 08:41
| Comentários fechados em Porto Novo: Presidente da Câmara considera abastecimento de água “bastante crítico”

aguaO Presidente da Câmara Municipal do Porto Novo alertou hoje para a “situação crítica por que passa o processo de abastecimento de água neste município de Santo Antão, por causa do ‘custo elevado’ da água disponibilizada às populações”.

“Temos, neste momento, uma água de boa qualidade e em quantidade suficiente, mas temos desafios muito grandes no que tange à sustentabilidade do sistema”, notou Aníbal Fonseca, chamando a atenção para o facto da água consumida na cidade do Porto Novo, produzida por uma operadora privada, ser disponibilizada a um custo “muito elevado”.

O autarca que falava, hoje durante um workshop de apresentação do estudo sobre a criação da “Águas de Santo Antão”, financiado pelo Banco Mundial, explicou que o Porto Novo consome água dessalinizada disponibilizada a um preço considerado como um dos mais elevados do país”.

“O problema é que é o Município que suporta todo esse encargo com o fornecimento da água na cidade do Porto Novo”, avançou Aníbal Fonseca para quem a edilidade tem “toda a vontade” de continuar a abastecer a cidade do Porto Novo com água de qualidade, desde que a questão do custo e da sustentabilidade seja analisada.

Há o problema do custo, nomeadamente do défice tarifário, que ronda os 2.500 escudos/mensais mas, há também outros problemas relacionados com a rede (perdas comerciais) e com a própria regulação, explicou o Presidente da Câmara que se diz “aberto” para discutir estas questões com vista a encontrar as soluções que se desejam.

Os próprios munícipes têm estado a reclamar do “custo elevado” da água dessalinizada produzida pela empresa Águas do Porto Novo (APN).

Porto Novo dispõe, desde 2007, de uma unidade de dessalinização de água com a capacidade de produção de mil metros cúbicos de água/dia, instalada no âmbito de uma parceria público-privada, envolvendo Águas da Ponta Preta, Governo de Cabo Verde e o Município do Porto Novo.  

 

 Inforpress 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.