Chã Kriquete: Moradores reclamam contra o barulho de cães vadios durante a noite

22/11/2016 08:56 - Modificado em 22/11/2016 08:56

Indivíduo examina animais em nome da Si Ma Bô_Dois cães morreram, e outros estão doentesA população da zona de Chã Kriquete, São Vicente, encontra-se revoltada e preocupada com a presença de vários cães vadios na zona, o que tem vindo a perturbar a vizinhança durante todo o dia e, principalmente, à noite.

 

Os moradores da zona dizem que este problema tende a agravar-se cada vez mais e as autoridades competentes não têm vindo a cumprir as suas funções.

Segundo Honorina Brigham, “temos cães nesta zona 24 sob 24 horas, uns são vadios e estão na rua, outros são de vizinhos que têm 2, 1 ou 3 cães no terraço e que nos perturbam e os próprios donos não se dão conta disso. Há casos de vizinhos que de dia colocam os seus animais no quintal e à noite colocam-nos na rua. “Esta situação é preocupante e lamentável. Há dias levantei-me por volta das 8 horas da manhã com uma barulheira dos cães e contei-os: eram 15 cães e ainda temos casos de vizinhos que têm cães em casa e que trazem restos de comida de restaurantes e deitam para os cães vadios”.

“No período da manhã quando nos levantamos, os cães vão dormir e à noite não nos deixam dormir. Antigamente, havia um sistema de recolha de cães mas hoje em dia já não há e é por isso que eu peço para que os órgãos competentes cumpram com os seus papéis porque senão, em vez de dizer-mos Cabo Verde vamos ficar a dizer “Cão Verde” porque o número de cães vai aumentar com o tempo e vamos ficar com mais cães do que gente… Nós os cabo-verdianos em Cabo Verde estamos a sentir-nos impotentes porque a única coisa que o Estado sabe fazer é aumentar impostos”, adiantou Honorina.

Para Isabel Balbina Lopes, “as autoridades competentes têm de tomar medidas em relação a esses cães que andam dia e noite nesta zona e que não nos deixam dormir durante a noite”.

“Esta zona está com muitos cães na rua e perturbam-nos mas à noite… Há uns que se deitam diante da minha casa e sujam o meu passeio com sangue porque estão doentes e há crianças da escola aqui perto da minha casa que vêm brincar e não sabem os perigos que correm”, frisa Neusa Ramos.

O NN contactou a Fiscalização da Câmara Municipal de São Vicente e os mesmos dizem que, de momento, não são eles os responsáveis pelos cães vadios mas o responsável pelo saneamento. Entretanto, adiantaram que eles não sabem se de momento estão a fazer recolha ou não dos cães vadios. O que sabem é que agora só apanham os cães e não lhes dão pastéis como antigamente porque os que estão bons de saúde são levados para a Si Ma Bô e os que estão doentes e que sabem que não irão sobreviver, dão uma injecção para evitar mais sofrimento.

Contactámos a Dr. Ricardina, Responsável pelo Saneamento e esta disse que de momento não estava autorizada a dar nenhuma entrevista.

 

  1. Mindelense

    Essa câmara é uma trapalhada. Nada fazem para resolver os problemas dos munícipes. Sinceramente este tema já podia e devia estar resolvido!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.