Lil Break lança primeiro EP “Dream Felling”

17/11/2016 08:56 - Modificado em 17/11/2016 08:56
| Comentários fechados em Lil Break lança primeiro EP “Dream Felling”

lil-break“Nha Personagem” é a faixa de abertura do primeiro EP, género RNB de Marcelo Ramos, “Lil Break”, no mundo da música. Intitulado “Dream Felling”, o álbum já está há mais de uma semana nas plataformas digitais, o trabalho conta com participação de diversos nomes que fazem parte do universo do cantor, entre eles, o cantor mindelense Bang Star.

 

“Nha personagem” é um retrato da sua vida. Pode-se constatar que na letra da música, o cantor tenta fazer a sua autobiografia. Fala sobre as mudanças que aconteceram na sua vida, os erros cometidos bem como o reconhecimento. Sobre viver a vida sem se preocupar com as opiniões alheias, de saber distinguir o certo do errado e, acima de tudo, nunca desistir dos seus sonhos. Fala ainda dos obstáculos ultrapassados e de continuar a trilhar o seu caminho, passo a passo, sem pressas.

A segunda faixa denominada “That Vagine” produzida por Bang Star, que também faz a sua participação nesta faixa, faz uma reflexão sobre a sua vida amorosa, os sentimentos em relação à pessoa amada. Apesar do nome, a letra surge de uma forma poética sobre ele, o artista, de como acabou por ser apanhado pela “teia” do amor. Uma letra, um tanto ou quanto, diferente, sobre o amor.

Na esteira deste, vem “Carne eh Frok”. Fala sobre as tentações carnais, como o próprio nome indica.

O Trap (é um subgénero musical do Hip Hop) “Try again” fala sobre as provações que um casal recém-formado passa, as intrigas, invejas e, sobretudo, nunca dar importância ao que os outros dizem e confiar nos sentimentos.

Depois seguem “No Dzinfada”, “Tud Muda”, “Last Night”.

A última, “Bai”, fala sobre quando chegamos ao limite, não vale a pena continuar e a solução, em vez de insistir, passa por abandonar tudo e ser feliz.

Natural da ilha do Sal, a viver actualmente em Dji d’Sal, São Vicente “Lil Break” caracteriza-se como alguém apaixonado pela música e sob o manto do RNB, quer dar a conhecer ao público e deixar a sua mensagem.

Este diz que a sua principal mensagem transmitida no EP é sobre os sonhos, as lutas pela sua realização e nunca desistir delas, bem como criar ao seu redor sentimentos positivos.

Durante a nossa entrevista, num ambiente descontraído, “Lil Break” falou-nos sobre o processo de criação das suas músicas, das escolhas das participações especiais, bem como o seu percurso na área.

Notícias do Norte: Já lançou anteriormente diversas faixas aleatoriamente, e este é o seu primeiro trabalho. Ficou satisfeito com o trabalho?

“Lil Break”: Fiquei muito orgulhoso com o resultado. O processo foi complicado, pois não sabíamos ao certo como iria terminar. Tivemos alguns obstáculos pelo caminho, mas o resultado ficou muito bom.

O trabalho foi gravado na recém-criada Alpina Recordz, e o trabalho contou a participação de grandes amigos e também talentos.

NN: Falando em participações, como foi o processo de escolha? As composições são suas?

“Lil Break”: O processo de selecção foi natural, a maioria das participações são de pessoas com quem trabalho no Alpina Recordz. E o Bang Star a sua presença deve-se ao facto de ser uma inspiração para mim a nível musical e como produtor também, mas também pelo seu talento. Tenho aprendido muitas coisas com ele e quero continuar a aprender cada vez mais.

Mas o processo todo foi guiado pelo que as músicas pediam, ou seja, se a música pedia uma participação, tentava perceber pela sua naturalidade, quem melhor se encaixava e acredito que as escolhas feitas, foram as melhores.

Em relação ao processo de composição, todas as letras foram escritas por mim e inspiradas no ambiente que me rodeia, nas situações que acontecem no dia-a-dia, na minha vida e de uma forma geral. “Nha personagem” demorou mais tempo a ser trabalhado, mas o resultado agrada-me.

NN: De onde surgiu o interesse pela música, e pelo estilo RNB?

“Lil Break”: O interesse pela música é antiga, mas nunca pensei em cantar de forma profissional ou mesmo gravar um álbum. Fazia-o apenas por prazer. Em relação ao estilo, este é recente, porque antes trilhava pelo mundo do Hip Hop. Como já referi anteriormente, a inspiração, além de Chris Brown é pelo Bang Star pois, foi através dele que comecei a interessar-me ainda mais por este estilo musical. E pretendo trabalhar de forma a alcançar o máximo que conseguir na música e no Hip Hop – RNB.

NN: Qual a principal mensagem do disco?

“Lil Break”: Continuar acreditando. É possível vencer os desafios que a vida nos coloca e acreditar sempre em nós mesmos e que sonhos capazes de lutar pelos nossos sonhos.

Em relação ao seu primeiro trabalho, diz que sabe que nem todos vão gostar, o que considera normal, mas os elogios são diferentes, o feedback tem sido positivo. “As pessoas estão a gostar e isso deixa-me muito satisfeito”, conclui.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.