Ulisses disse que não disse que a TACV vai fechar e culpa jornalistas pela interpretação

16/11/2016 07:08 - Modificado em 16/11/2016 08:11

Ulisses4O Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse que não admitiu que a TACV possa ser encerrada. “Não admiti que a companhia ia ser encerrada ou liquidada. São conclusões que os jornais tiraram das palavras que disse. Eu disse que vamos fazer de tudo e estamos a fazer de tudo para que a companhia continue a voar. É um pressuposto totalmente diferente”. O certo é que todos os órgãos de comunicação do país chegaram a essa conclusão.

 

Mas, para o PM, “do lado do Governo vamos fazer de tudo para que a companhia continue a operar, por isso, é que estamos a reestruturar, a reduzir os custos operacionais, a reduzir o pessoal para manter a companhia. As operações internacionais vão ser privatizadas e estamos à procura de um parceiro. Se a nossa opção fosse a liquidação, não iríamos procurar um parceiro”.

Correia e Silva defende que a conclusão de encerrar a TACV pertence aos jornais. “Não faço essa leitura, essa é uma leitura dos jornalistas. Quando digo que estamos a fazer de tudo, é tudo mesmo, para que a companhia continue a voar e a funcionar”.

  1. COCULUCHO

    Os jornalistas devem gravar esse babaca do PM OLISSES sem djobe pa lado,para apresentar quando vem desmentir suas afirmações. Uma descordenação/desorientação/fofoqueira entre membros do governo, jornalistas, sociedade civil, etc etc enfimmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

  2. TCHUBINHA

    Esta e boa SR SOLUSAO privatizar voos internacionais dos TACV e resolver problemas dos outros Internamente a empresa ja tem uma concorrente de peso, talvez com socios nacionais talvez OS SEM DJOBI PA LADO na verdade ESTA E A MORTE ANUNCIADA DO TACV

  3. Helena Santos

    Só quem lida com eles, sabe a capacidade de distorção a que são capazes, mas enfim Sr. 1º Ministro, foco sempre, são ainda uns aninhos de muita “descomunicação”.

  4. Roberto Graca

    Dona Helena a senhora e anti e MPD,e melhor estar calada e esperar pois talvez o seu Partido e que tenha a TACV com este problema.Nao julgas o MPD pelo estes 5 Meses

  5. Corococo

    Pois Sr.Armando Monteiro, assim como o governo disse que irá criar 45 mil postos de trabalho em 5 anos….não é…? Pois em 4 ano + 364 dias…. se calhar vai ser… Upssss…a crise, tá difícil, o PAICV dos 15 anos trás, governamos sem djobé pa lado, e resultado deu nisso…não tinha-mos noção da “corococo”………kkkkkkkk

    Façam favor de trabalhar e deixem de lamuriar 15 anos do passado, 5 Meses do presente, e bla…bla…bla…. foram eleitos para govenrar e não para choramingarem por ai…. problema ẽ deles e que resolvem os problemas desta terra….assim também fica fácil…..

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.