Suposto homicida de “Arturim” sai em liberdade após ACP

14/11/2016 08:20 - Modificado em 14/11/2016 08:20
| Comentários fechados em Suposto homicida de “Arturim” sai em liberdade após ACP

prisao7O Tribunal da Comarca de São Vicente mandou libertar o arguido Ivan, suspeito de ter morto o jovem Artur Jorge da Luz Lopes, de 22 anos, na zona de Pedra Rolada, em Maio do presente ano. Na sequência da realização da Audiência Contraditória Preliminar, o 1º Juiz Crime considerou não haver provas suficientes que o incriminassem, apesar do arguido ter assumido em primeiro interrogatório a autoria do crime alegando legitima defesa.

 

A vítima, Artur Jorge da Luz Lopes, de 22 anos, foi morta à facada em Maio deste ano na zona de Pedra Rolada em São Vicente. Tudo terá acontecido na sequência de um desentendimento entre a vítima e os agressores. Segundo testemunhas oculares, os golpes de faca foram vários, tendo a vítima perdido um olho na sequência dos desferimentos.

Dois jovens suspeitos foram indiciados da morte do jovem, mas apenas o Ivan assumiu os factos, isto após ter estado no hospital a receber cuidados médicos após ter sofrido um golpe de faca nas costas desferido pela vítima. Contudo, o segundo suspeito saiu em liberdade.

Após cerca de seis meses em prisão preventiva, o jovem Ivan, suspeito de ter morto “Arturim” na zona de Pedra Rolada, saiu em liberdade. A realização da Audiência Contraditória Preliminar, ACP, teve lugar esta sexta-feira, dia 11.

O 1º Juízo crime considerou não ter encontrado provas suficientes para incriminar o arguido que alegou legítima defesa durante o primeiro interrogatório. O agressor e a vítima Artur residiam na zona de Pedra Rolada, São Vicente.

Antes do assassinato, agentes da PN ter-se-ão deslocado ao local a fim de reporem ordem ao problema que aparentemente parecia resolvido. Entretanto, na ausência dos polícias, os jovens ter-se-ão envolvido numa briga devido a uma rixa antiga. O desentendimento terminou de uma forma trágica, tendo a vítima acabado por ser agredida por várias pessoas. Não tendo resistido aos ferimentos, veio a sucumbir ainda à porta da residência dos agressores.

A vítima que se encontrava a cumprir uma pena de prisão por prática de crime de roubo, tinha saído em liberdade no mês de Fevereiro de 2016.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.