Fernando Pó: moradores compram uma lata de água por 40 escudos

11/11/2016 08:30 - Modificado em 11/11/2016 08:30

águaMuitas são as pessoas que habitam em casas de lata na ilha de São Vicente e que encontram muitas dificuldades para a sobrevivência. Na Zona de Fernando Pó, numa localidade com o nome de Rússia, não é diferente pois encontram-se muitas casinhas de lata em que os moradores passam por muitas necessidades.

 

Em conversa com duas moradoras que habitam nessas casas, as mesmas encontram-se revoltadas pela inexistência de uma sentina na zona e dizem que os deputados visitam-nos só no período das campanhas e que prometem dar-lhes ajuda e nunca fazem nada.

“Há muito tempo que moro nesta zona. Nós não temos uma sentina para apanharmos água e temos de comprar água longe  das nossas casas e o caminho também não nos facilita na hora do transporte”. Além disso “os deputados só nos procuram no tempo das eleições e prometem muitas coisas e depois, quando já estão no poder, nada fazem por nós”, disse Maria Ilda da Luz.

Outra moradora, Sónia Maria Brito Gomes, afirma que “não temos água nesta zona e somos obrigados a comprar água noutras casas e o custo de um balde de água é de 40 escudos o que é um exagero”… “O Governo deveria colocar-nos um tanque de água pelo menos porque assim não aguentamos”.

As duas entrevistadas pedem a intervenção urgente do Governo para minimizar esses problemas que estão a viver de momento por necessidade de uma sentina local na zona.

  1. Nelson Cardoso

    Alcatrão em vez de água e o povo desta localidade ainda vota a favor. esta é a verdade

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.